Olmetec HCT 40mg 12,5mg 30 comprimidos - Bula

Olmetec HCT 40mg 12,5mg 30 comprimidos



Olmetec HCT 40 miligramas 12,5mg 30 comprimidos

Indicações do Medicamento:

Olmetec HCT (olmesartana medoxomila/hidroclorotiazida) é indicado para o tratamento da pressão arterial alta, ou seja, a pressão cujas medidas sejam acima de 90 mmHg (pressão "baixa" ou diastólica) ou 140 mmHg (pressão "alta" ou sistólica).

Contra-Indicações:

Olmetec HCT (olmesartana medoxomila/hidroclorotiazida) não pode ser usado: por pessoas alérgicas ou sensíveis a qualquer componente deste produto ou a outros medicamentos derivados da sulfonamida (por haver semelhança entre essa substância e a hidroclorotiazida); durante a gravidez; por pessoas com insuficiência renal grave ou com diminuição da quantidade de urina (anúria).

Advertências Gerais:

"

Os pacientes sob tratamento devem ser observados quanto aos sinais clínicos decorrentes da possibilidade da diminuição ou aumento dos sais no sangue, especialmente com o aumento da quantidade de urina, na presença de doença crônica do fígado ou após tratamento prolongado. As falhas alimentares com menor ingestão de frutas, verduras, legumes e de líquidos também podem contribuir para tal diminuição, que pode provocar arritmia cardíaca (palpitações) e pode também sensibilizar ou alterar a resposta do coração aos efeitos dos medicamentos digitálicos, como a digoxina. Podem ser necessários exames de sangue periódicos para medir os sais (sódio, potássio, cálcio, magnésio e cloreto) e se detectar possíveis desequilíbrios. Os sintomas desses desequilíbrios podem ser boca seca, sede, fraqueza, lentidão dos movimentos, sonolência, inquietação, confusão, convulsões, dores musculares ou cãibras, cansaço muscular, queda repentina da pressão arterial, diminuição do volume de urina, palpitações, náuseas e vômitos. Durante o tratamento pode ocorrer aumento dos níveis de colesterol, triglicérides, ácido úrico no sangue ou crises de gota e manifestação de diabetes. Neste caso, pode ser necessário o ajuste de dose de insulina ou dos hipoglicemiantes orais. Caso ocorra piora da função dos rins por qualquer causa, deve-se reavaliar com o médico a continuidade do tratamento. Em pessoas que irão fazer exames de sangue para medir os hormônios das glândulas paratireóides, recomenda-se interromper o tratamento sob orientação do médico para não interferir no exame nem piorar o controle da pressão. Reações de hipersensibilidade à hidroclorotiazida podem ocorrer em pessoas com ou sem histórico de alergia ou asma brônquica, mas são mais prováveis naquelas com tal histórico.

"

Queda repentina da pressão (e tonturas):

"

As pessoas que estiverem se tratando com Olmetec HCT devem ficar atentas ao fato de poderem sentir tontura, especialmente nos primeiros dias; se isso acontecer deve-se informar ao médico. Caso ocorra desmaio, o uso do medicamento deve ser interrompido e um médico consultado. A ingestão inadequada de líquidos, transpiração excessiva, diarréia ou vômitos podem levar a uma queda excessiva na pressão arterial, com as mesmas consequências da tontura e possível desmaio. Neste caso, a pessoa deve ser colocada na posição deitada e, se necessário, deve-se administrar soro fisiológico ou outro, sob supervisão médica estrita. Quando os desequilíbrios de hidratação e sais tiverem sido corrigidos, o tratamento anti-hipertensivo pode continuar normalmente. A diminuição transitória da pressão arterial não é uma contraindicação ao tratamento posterior.

"

Deficiência do fígado:

Olmetec HCT deve ser usado com cuidado em pessoas com mau funcionamento ou doença progressiva do fígado, visto que pequenas alterações no equilíbrio da hidratação e dos sais podem favorecer o desenvolvimento de coma hepático.

Mau funcionamento dos rins e do coração:

"

Pode haver alteração do funcionamento dos rins durante o tratamento. Em pessoas com mau funcionamento do coração (insuficiência cardíaca congestiva grave), o tratamento da hipertensão arterial pode provocar diminuição da quantidade de urina e/ou aumento progressivo de algumas substâncias no sangue (uréia e creatinina), indicando mau funcionamento dos rins, que pode ser grave ou muito grave (até mesmo fatal). Em portadores de doença renal grave, pode haver piora do funcionamento dos rins e os efeitos cumulativos do medicamento podem aparecer.

"

Carcinogênese, mutagênese, diminuição da fertilidade:

Não foram realizados estudos de carcinogenicidade e de diminuição da fertilidade com a associação da olmesartana medoxomila e hidroclorotiazida.

Uso em Pacientes Pediátricos e Idosos

"

Não foram realizados estudos clínicos em menores de 18 anos e, portanto, não foram estabelecidas a segurança e a eficácia em crianças. Não foram identificadas diferenças quanto à eficácia e segurança com o uso do medicamento entre idosos (com mais de 65 anos) e os mais jovens.

"

Uso durante a Gravidez e Lactação

"

Caso se detecte gravidez durante o tratamento, deve-se interromper imediatamente o uso de Olmetec HCT e procurar o médico assistente para a sua substituição. O seu uso inadvertido no começo da gravidez parece não oferecer risco, mas, por cautela, deve ser substituído imediatamente. Ele está contraindicado durante toda a gravidez particularmente pelo risco que representa a partir do 4º mês. Como se sabe que o medicamento passa para o leite materno e não se conhecem seus efeitos em crianças, não se deve usá-lo durante o aleitamento pelo risco de reações adversas para os bebês.

"

Interações Medicamentosas:

"

Olmetec HCT pode ser tomado com ou sem alimentos, pois a sua presença ou ausência no estômago não influencia a absorção e eficácia. Pode haver interferência entre Olmetec HCT e outros medicamentos como barbitúricos, narcóticos e álcool, aumentando o risco de queda repentina de pressão quando se fica de pé. Não se deve ingerir bebidas alcoólicas durante o tratamento. Pode ser necessário ajuste de dose de medicamentos para tratamento de diabetes. Pode haver menor efeito do medicamento quando tomado junto com algumas resinas (colestiramina e colestipol); o uso de hormônios corticosteróides pode aumentar a perda de sais, principalmente o potássio. Além disso, pode haver alteração da resposta a medicamentos que são vasoconstritores (contidos em descongestionantes nasais, em medicamentos para controle do apetite) e em relaxantes musculares. O uso associado ao lítio pode ocasionar risco de efeitos tóxicos e, com anti-inflamatórios não-esteróides, pode diminuir o efeito diurético desejado. Alterações em exames laboratoriais Hemograma: observou-se reduções não significantes na hemoglobina e no hematócrito; Creatinina e uréia: pequenos aumentos foram observados com baixa frequência e nenhum indivíduo precisou interromper o uso de Olmetec HCT.

" "

ATENÇÃO: ESSE MEDICAMENTO CONTÉM AÇÚCAR, PORTANTO, DEVE SER USADO COM CAUTELA EM DIABÉTICOS. ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO POR MULHERES GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA. INFORME IMEDIATAMENTE AO SEU MÉDICO EM CASO DE SUSPEITA DE GRAVIDEZ. ESTE MEDICAMENTO É CONTRAINDICADO EM PACIENTES COM MENOS DE 18 ANOS. INFORME AO SEU MÉDICO OU CIRURGIÃO-DENTISTA O APARECIMENTO DE REAÇÕES INDESEJÁVEIS. INFORME AO SEU MÉDICO OU CIRURGIÃO-DENTISTA SE VOCÊ ESTÁ FAZENDO USO DE ALGUM OUTRO MEDICAMENTO. NÃO USE MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

"

Modo de Uso:

"

Olmetec HCT (olmesartana medoxomila/hidroclorotiazida) 20 mg/12,5 mg: comprimidos circulares, revestidos por uma película e alaranjados. Olmetec HCT 40 mg/12,5 mg: comprimidos ovais, revestidos por uma película e alaranjados. Olmetec HCT 40 mg/25 mg:comprimidos ovais, revestidos por uma película e rosados. O comprimido deve ser engolido inteiro, com água potável, uma vez ao dia. Não é recomendada a administração de mais que 1 comprimido ao dia.

"

Posologia:

"

A dose deve ser individualizada e, dependendo da resposta da pressão arterial, pode ser alterada em intervalos de 2-4 semanas. A combinação dos dois medicamentos pode ser substituída por seus componentes isolados. Pessoas com doença dos rins: o tratamento pode ser feito até um limite mínimo de funcionamento dos rins. Em pessoas com deficiência renal mais grave, os diuréticos mais potentes podem ser necessários, portanto não se recomenda o uso de Olmetec HCT. Pessoas com doença do fígado: não é necessário nenhum ajuste de dose em indivíduos com deficiência hepática.

" "

SIGA A ORIENTAÇÃO DO SEU MÉDICO, RESPEITANDO SEMPRE OS HORÁRIOS, AS DOSES E A DURAÇÃO DO TRATAMENTO. NÃO INTERROMPA O TRATAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. NÃO USE O MEDICAMENTO COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO. ANTES DE USAR, OBSERVE O ASPECTO DO MEDICAMENTO. ESTE MEDICAMENTO NÃO PODE SER PARTIDO OU MASTIGADO.

"


Bulas
Principal