Baycuten-n - Bula

Baycuten-n



Laboratório

Bayer

Referência

Clotrimazol Dexametasona

Apresentação de Baycuten-n

Baycuten N é apres. em bisn. com 40 g de creme derm.. Cada 100 g de creme contém: 0,0443 g de 21-acetato de dexametasona (equivalente a 0,040 g de dexametasona) e 1 g de clotrimazol.

Contraindicações de Baycuten-n

Não deve ser usado por pacientes hipersensíveis aos seus componentes, em certas dermatoses (sífilis e tuberculose), varicela, reações de pele por vacinação contra varíola, dermatoses virais (herpes simples), rosácea e dermatite perioral.

Reações adversas e efeitos colaterais de Baycuten-n

Reações na pele como ardência, prurido ou reações alérgicas são raras. Como as quantidades de substâncias ativas que atingem a circulação sanguínea são mínimas, reações sistêmicas são extremamente raras. Em decorrência do uso tópico de corticosteróides, principalmente se por longos períodos, são possíveis estas reações: acne por esteróides, telangectasia, hipertricose, atrofia da pele e estrias. Portanto, o tratam. a longo prazo com corticosteróides deve ser evitado.

Baycuten-n - Posologia

Aplicar Baycuten N na área afetada, após sua limpeza, duas vezes ao dia, se possível pela manhã e à noite. A quantidade de creme a ser aplicada é proporcional à área afetada e o produto deve ser friccionado até seu desaparecimento. Nas dermatoses agudas, o creme pode ser aplicado em compressa de gaze estéril, mantendo-se o menor atrito possível desta com a região afetada. O tratam. deve ser mantido por vários dias após o desaparecimento dos sinais da doença. Dermatoses causadas por patógenos sensíveis ao clotrimazol em geral são tratadas com 8 a 10 dias de aplicação. Para obter-se a cura completa de doenças micóticas, deve-se continuar o tratam. com formulações sem corticóides.


Bulas
Principal