Beta-ophtiole - Bula

Beta-ophtiole



Laboratório

Bausch

Apresentação de Beta-ophtiole

Colírio estéril: Apres. em frasco conta-gotas com 5 ml

Beta-ophtiole - Indicações

Pressão intra-ocular elevada, glaucoma crônico de ângulo aberto, glaucoma afácico (para redução da pressão intra-ocular após a extração de catarata) e tipos especiais de glaucoma, como o glaucoma capsular, glaucoma pigmentar, glaucoma juvenil e hemorrágico.

Contraindicações de Beta-ophtiole

Hipersensibilidade ao metipranolol, asma brônquica, doenças pulmonares obstrutivas, doença cardíaca descompensada, alterações do sistema cardiocondutor e distrofia da córnea. Usuários de lentes de contato devem remover suas lentes antes da administração do colírio e devem aguardar de 5 a 10 minutos antes de recolocá-las.

Reações adversas e efeitos colaterais de Beta-ophtiole

Ocasionalmente, pode aparecer uma ardência passageira após a instilação. Ao iniciar o tratam. podem surgir dores de cabeça, que desaparecem ao fim de poucos dias de tratam.. Uma diminuição da secreção lacrimal e hipossensibilidade corneana podem ocorrer. Raramente ocorrem casos de conjuntivite e também é raro surgirem casos de uveíte granulomatosa anterior que regride com a suspensão do tratam.. Devido a um possível aumento da resistência ao fluxo de ar, pacientes com predisposição a reações bronquioespasmódicas podem apresentar dispnéia. Betabloqueadores podem induzir bradicardia e mascarar sintomas ou sinais de hipoglicemia em pacientes diabéticos. Estes pacientes devem ser monitorados cuidadosamente pelo médico.

Beta-ophtiole - Posologia

Salvo prescrição contrária, aplicar 1 gota de Beta-ophtiole no saco conjuntival, duas vezes ao dia.


Bulas
Principal