Biocarbo - Carboplatina - Bula

Biocarbo

Carboplatina



Biocarbo

Indicação

Para quê serve Biocarbo?

Carcinoma do ovário de origem epitelial, carcinoma de pequenas células do pulmão, carcinoma epidermóide das vias aéreas e digestivas superiores.

Contraindicações

Quando NÃO devo usar este medicamento?

Absolutas: antecedentes alérgicos à carboplatina ou a outros produtos contendo platina ou manitol.

Durante gravidez e aleitamento. Não deve ser empregado em pacientes com supressão medular ou sangramento severos.

Posologia

Como usar Biocarbo?

BIOCARBO (carboplatina), pó liófilo injetável, não contém nenhum conservante antimicrobiano; é destinada somente à administração em dose única.

Qualquer solução restante de carboplatina com 12 horas (quando estocada a temperatura ambiente) ou 36 horas (quando estocada em refrigerador), após diluição com diluentes recomendados, deve ser descartada.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Toxicidade hematológica: a mielossupressão é a toxicidade dose-limitante da BIOCARBO (carboplatina).

Nas doses máximas toleradas como agente único, ocorre trombocitopenia com Está descrita, também, a aparição de complicações infecciosas e hemorrágicas em 4 a 6% dos pacientes tratados com BIOCARBO (carboplatina).

Apresentação

Pó liófilo injetável. Embalagem com 1 frasco-ampola de 50 miligramas ou de 150 miligramas

Interações Medicamentosas

Não administrar BIOCARBO (carboplatina) com antibióticos aminoglicosídeos ou outros fármacos nefrotóxicos, pois poderá haver potencialização de efeitos.

Não se deve entrar em contato com alumínio, pois este pode reagir com a carboplatina causando formação de precipitado e perda de potência.

Composições

Cada frasco-ampola de pó liófilo injetável de 50 miligramas contém:

carboplatina: 50 miligramas manitol: 50 miligramas Cada frasco-ampola de pó liófilo injetável de 150 miligramas contém:

carboplatina: 150 miligramas manitol: 150 miligramas

Laboratório

Biosintética Farmacêutica Ltda.


Bulas
Principal