Clorana - Hidroclorotiazida - Bula

Clorana

Hidroclorotiazida

Antihipertensivos



Clorana

Indicação

Para quê serve Clorana?

Edemas renais, hepáticos, por insuficiência cardíaca e devidos a corticóides e estrógenos. Hipertensão arterial, isoladamente ou associada a outros medicamentos.

Contraindicações

Quando NÃO devo usar este medicamento?

Contraindicado em caso de hipersensibilidade aos derivados sulfonamídicos, insuficiência renal grave, doença hepática progressiva. Evitar na gravidez e na fase de aleitamento. Avaliar periodicamente os eletrólitos séricos. Pode haver interação com hipoglicemiantes orais e com anti-inflamatórios não-hormonais.

Posologia

Como usar Clorana?

Meio a 4 comprimidos ao dia, na dependência da resposta individual. Na hipertensão arterial, 1 a 2 comprimidos ao dia, ajustando posteriormente segundo os efeitos. Em associação com outros anti-hipertensivos, o estabelecimento da dose ótima deve ser gradual. A dose pediátrica usual é de 2 a 3 mg/kg/dia, em duas tomadas.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Possibilidade de hiperuricemia, hiperglicemia, glicosúria, depleção potássica, alcalose metabólica, distúrbios do ritmo cardíaco; desidratação com hipovolemia, hiponatremia e hipotensão ortostática; náuseas, vertigens, parestesias, astenia, cefaléias, manifestações alérgicas, distúrbios hematológico, e fotossensibilização; anorexia, náuseas, vômitos, icterícia colestática, pancreatite.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Manifestações de distúrbios eletrolíticos e desidratação. Recomendam-se medidas gerais de suporte e correção das alterações hidroeletrolíticas.

Composição

Hidroclorotiazida.

Apresentação

Caixa com 20 comprimidos de 50 miligramas

Laboratório

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda.


Antihipertensivos
Bulas
Principal