Colpistar - Lisozima - Bula

Colpistar

Lisozima

Antimicoticos Ginecologicos



Colpistar

Indicação

Para quê serve Colpistar?

Corrimentos genitais por Trichomonas, Candida albicans ou bactérias inespecíficas, vulvites, colpites e carvicites.

Contraindicações

Quando NÃO devo usar este medicamento?

Hipersensibilidade prévia a qualquer um dos princípios ativos da fórmula.

Posologia

Como usar Colpistar?

Introduzir o conteúdo de um aplicador cheio (4 g), por noite, profundamente na vagina durante 10 dias consecutivos.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Podem ocorrer Urticária, rash eritematoso, flushing, congestão nasal, secura da vagina ou vulva e febre.

Advertências e precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Deve ser evitado o uso de bebidas alcoólicas durante o tratamento, pois o álcool produz acúmulo de acetaldeído por interferência com a oxidação do mesmo, dando lugar a efeitos semelhantes ao diasulfiram (cãibras abdominais, náuseas, vômitos, dores de cabeça e flushing).

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Não há relatos de superdosagem com colpistar.

Siga corretamente o modo de usar. não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

Composição

Cada 4 g contém: Metronidazol 250 mg; Nistatina 100.000 UI; Cloreto de benzalcônio 5 mg; Lisozima 10 mg; Excipiente q.s.p. 4 g.

Apresentação

Creme vaginal. Embalagem com bisnaga de 40 g + 10 aplicadores descartáveis.

Interações Medicamentosas

Não existe evidência suficiente que confirme a ocorrência de interações clinicamente relevantes, mas deve haver cuidado em pacientes que recebem tratamento com anticoagulantes.

Laboratório

Farmoquímica S.A.

Rua General Polidoro, 105 Rio de Janeiro/RJ - CEP: 22280-001 Tel: 55 (021 )275-3548 Fax: 55 (021) 542-6747 Site: http://www.farmoquimica.com.br/


Antimicoticos Ginecologicos
Bulas
Principal