DUALID - Bula

DUALID



DUALID

dualid s

Cloridrato de anfepramona

Cápsulas 25, 50 e 75 miligramas Uso adulto

Apresentações

DUALID S 25 mg: Caixa com 20 cápsulas. DUALID S 50 mg: Caixa com 20 cápsulas. DUALID S 75 mg: Caixa com 20 cápsulas.

Informações ao paciente

DUALID S deve ser mantido em local fresco e seco, ao abrigo da luz, em sua embalagem original, para uma boa conservação. Ao adquirir um medicamento, confira sempre o prazo de validade na embalagem externa do produto. Não torne nem utilize medicamentos cujo prazo de validade esteja vencido, pois as substâncias podem estar alteradas e causar prejuízo para a sua saúde. Ao iniciar o tratamento com cloridrato da anfepramona, informe o seu médico sobre as seguintes situações: o seu histórico médico, ou seja: doenças que tem ou teve e tratamentos que segue (remédios que toma, dietas, etc.); ocorrência de gravidez, antes do início ou durante o tratamento, pois o medicamento não deve ser utilizado durante a gravidez.

Não ingerir bebidas alcoólicas durante o tratamento com DUALID S.

Informe seu médico caso ocorram reações desagradáveis com o uso do produto. As mais comuns são: Insônia, fraqueza, cansaço, dor de cabeça.

Todo medicamento deva ser mantido fora do alcance das crianças.

Não tome remédio sem o conhecimento do seu médico. Podaser perigoso pera a sua saúde.

Atenção

No tratamento da obesidade, os medicamentos são apenas agentes auxiliares. Os fatores realmente importantes são o regime alimentar, a mudança dos hábitos de vida ao exercício regular bem dosado.

Informações técnicas

DUALID S (cloridrato da anfepramona) é uma amina simpatomimética com algumas atividades farmacológicas semelhantes à anfetamina. A ação anorexigena do cloridrato de anfepramone é transitória, diminuindo após algumas semanas quando da utilização prolongada do medicamento. A perda de peso é também transitória. E mais acetuada durante a primeira semana, diminuindo nas semanas subsequentes. A utilização prolongada do cloridrato de anfepramona poderá acarretar dependência e graves alterações psíquicas. Farmacocinética A anfepramona é totalmente absorvida. A concentração sérica máxima é alcançada 8-12 horas após a administração oral. A forma farmacêutica microgrânulos permite uma liberação lenta e gradual de anfepramona.A substância é transformada no fígado em vários metabólitos ativos e inativos. A eliminação é exclusivamente renal. No período de 15-30 horas, a substância e seus metabólitos são completamente eliminados. A substância não metabolizada corresponde a 7,8% do total eliminado.

Indicações

Medicação adjuvante das dietas hipocalóricas, durante o tratamento de obesidade. Obs.: A utilização desta classe de drogas deverá ser por tempo limitado a 4 semanas, somente pare auxiliar a adesão à dieta hipocalórica. O beneficio limitado que substâncias desta classe podem oferecer deverá ser comparado com os riscos potenciais.

Contraindicações

DUALID S não deverá ser utilizado em casos de hipertensão grave, arteriosclerose avançada, arritmias, hipertireoidismo, portadores de feocromocitoma, glaucoma, adenoma da próstata, insuficiência renal e (ou) hepática, pacientes com antecedentes de distúrbios psiquiátricos, epilepsia e alcoolismo crônico. Está também contraindicado em pacientes com propensão ao abuso de medicamentos, álcool ou fumo, crianças com idade inferior a 12 anos, e idosos. Não utilizar em pacientes hipersensíveis à substância ativa ou a outras aminas simpatomiméticas. Não utilizar concomitantamente aos inibidores da MAO, respeitando um período superior a 15 dias após a interrupção da administração de IMAO antes de iniciar o tratamento com DUALID S. DUALID S é contraindicado durante a gravidez e aleitamento.

Composição

DUALID S 25 miligramas DUALIO S 50 miligramas DUALID S 75 miligramas Cloridrato de anfepramons 25 miligramas 50 miligramas 75 miligramas Excipiente de liberação cronogramada q.s.p 1 cápsula 1 cápsula 1 cápsula

Precauções

Os anorexígenos apresentam semelhança estrutural com a anfetamina, podendo ter os mesmos inconvenientes. A eficácia do anorexígeno diminui após algumas semanas (tolerância). Consequentemente recomenda-se: Informar o paciente, especialmente para que não aumente as doses; prescrever DUALID S de forma descontinuada, por períodos de 4 semanas. O tratamento prolongado poderá acarretar farmacodependência e distúrbios psicóticos graves. Aos praticantes de esportes, observar que a anfepramona poderá induzir reação positiva nos testes antidoping. DUALID S não deverá ser utilizado durante o período de aleitamento, pois a anfepramona e seus metabólitos são eliminados no leite materno. Em alguns pacientes, a anfepramona poderá acarretar alterações de comportamento. A condução de veículos ou operação de máquinas poderá ser afetada, devendo-se restringir atividades que requeiram atenção durante a utilização de DUALID S.

Reações adversas

Devido à liberação cronogramada os efeitos colaterais podem ser atenuados- Ainda assim, os efeitos secundários relatados durante o tratamento com DUALID S são os seguintes: vertigem, cefaléia, insônia, nervosismo, irritabilidade, manifestações depressivas, alteração do paladar, boca seca, náuseas, vômitos, diarréia ou constipação, hipertensão, taquicardia, arritmias, dor precordial e hipotensão. Perturbações das funções sexuais, distúrbios da micção e ginecomastia. Urticária, exantema. Mesmo utilizando-se o medicamento conforme recomendado, a rapidez dos reflexos poderá estar alterada, dificultando a capacidade de dirigir veículos ou operar máquinas. Isto ocorre particularmente em casos de utilização simultânea de álcool. Nos casos de utilização prolongada, poderá ocorrer farmacodependência e alterações graves, tais como diminuição da concentração, fraqueza, modificações da personalidade. As manifestações mais severes da intoxicação crônica são distúrbios psicóticos semelhantes à esquizofrenia.

Interações medicamentosas

Os inibidores da MAO podem potencializar o efeito simpatomimético de DUALID S. Medicamentos com ação sobre a tireóide ou sobre o SNC podem reforçar o estimulo sobre o SNC. O efeito de alguns anti-hipertensivos (guanetidina, clonidina, metildopal poderá ser atenuado. A utilização concomitante de DUALID S e anestásicos voláteis poderá causar arritmias e crise hipertensiva pré-operatória, recomendando-se a interrupção da administração de DUALID S alguns dias antes da intervenção cirúrgica. Pacientes diabéticos deverão ser adequadamente controlados quando da utilização da anfepramona concomitantemente a dietas hipocalóricas.

posologia

DUALID S 25 mg: Em média, duas cápsulas ao dia, preferencialmente duas horas antes do almoço e do jantar, durante no máximo quatro semanas. DUALID S 50 e 75 mg: 1 cápsula ao dia, preferencialmente duas horas antes do almoço, durante no máximo quatro semanas. Nos casos onde uma repetição do tratamento seja necessária, dever-se-á respeitar uma pausa de no mínimo 4 semanas. Se ocorrer fenômeno de tolerância, o tratamento deverá ser interrompido. Não se aconselha um aumento da dose na tentativa da reforçar o efeito anorexígeno.

Superdosagem

Superdosagem aguda: Estimulo do SNC (agitação, tremores, reflexos diminuídos, taquicardia. confusão, agressividade, alucinações, estado de angústia seguidos de fadiga e depressão). Os sintomas cardiovasculares consistem em arritmia, hiper ou hipotensão, colápso circulatório. Os sintomas gastrointestinais incluem náuseas, vômitos, diarréia e espasmos abdominais. Tratamento: É essencialmente sintomático, consistindo em lavagem gástrica e sedação com barbitúricos. A hemodiálisa ou diálise peritoneal não são recomendadas. Intoxicação crônica: Pode se manifestar sob a forma de dermatose grave, insônia, instabilidade, hiperatividade, ou alterações da personalidade. A manifestação mais grave é uma psicose que, frequentemente, não se distingue de uma esquizofrenia.

O abuso deste medicamento pode causar dependência.

Venda Sob Prescrição Médica.

ASTA MEDICA Ltda


Bulas
Principal