Ethamolin - Bula

Ethamolin



Ethamolin

Indicação

Para quê serve Ethamolin?

Ethamolin é indicado para o tratamento da esclerose de pequenas varizes sem insuficiência valvular, bem como das varizes residuais, após cirurgia.

Contraindicações

Quando NÃO devo usar este medicamento?

Ethamolin não pode ser administrado nas situações a seguir:Varizes volumosas, com insuficiência ostial e valvular; Infecções agudas;

Estados de hipersensibilidade;Doenças sistêmicas graves;Trombose venosa profunda; pacientes senis ou não-cooperativos; Gestação (1º e 3º trimestres) e aleitamento;Úlcera de estase; Flebite aguda; Edema grave;Hipersensibilidade a qualquer. componente da fórmula .

Posologia

Como usar Ethamolin?

A dose usual é de 1,5 a 5 ml por veia a ser esclerosada, dividida em três ou quatro porções. A dose máxima por sessão de tratamento não pode exceder 20 mililitros

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

assim como as contraindicações e precauções, não é de se prever a ocorrência de efeitos colaterais significativos. A frequência relatada de complicações/eventos adversos por sessão é aproximadamente 13%. As reações adversas mais comuns são:

• Derrame pleural/infiltrados; Úlcera esofagiana; Febre; Dor retroesternal ; Estenose esofagiana; Pneumonia; Reações alérgicas.

Em alguns casos foram relatadas reações adversas raras. Em um deles, duas pacientes apresentaram insuficiência renal aguda com recuperação completa, após a utilização de 15 a 20 mililitros de Ethamolin . Em outro relato de apenas um caso ocorreu coagulação intravascular disseminada. E em um paciente pediátrico oito horas após a escleroterapia com Ethamolin , ocorreu paralisia medular devido a oclusão da artéria espinhal anterior. Dependendo do estado clínico do paciente e da dose utilizada, parece haver correlação com a ocorrência das seguintes reações locais:

• Esofagite, ruptura esofagiana, descolamento da mucosa esofagiana que recobre o vaso no qual foi injetada a medicação, ulceração, estenose, necrose, abscesso peri-esofagiano e perfuração. Em pacientes com varizes esofagianas foi observada bacteremia após a injeção de Ethamolin. Complicações de ulceração, necrose e perfuração esofagiana tardia parecem ocorrer mais frequentemente quando Ethamolin é administrado por via submucosa.

Advertências e precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Advertências • Este medicamento só poderá ser aplicado por seu médico.

• A via submucosa não é recomendada.

• Informe seu médico do aparecimento de febre e equimose no local da injeção.

• Informe seu médico se você é diabético, tem hipertireoidismo, doença hepática ou doença cardiorespiratória.

• É aconselhável a observação de intervalos de sete dias entre as sessões.

• Não há necessidade de ficar em repouso entre as sessões. O paciente deve prosseguir com suas atividades diárias habituais.

Precauções • Para evitar complicações, não é conveniente aplicar grandes volumes de Ethamolin de uma só vez, por isso o tratamento deve ser feito por sessões.

• Em pacientes com disfunção hepática e doença cardiorrespiratória concomitante é recomendado monitoramento cuidadoso e redução da dose total por sessão.

• Evitar o extravasamento da injeção.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Foi relatado grave choque anafilático após a aplicação de um volume muito acima do volume normal em paciente com predisposição alérgica conhecida. Neste caso, o médico pode aplicar 0,25 ml de uma solução de 1:1.000 de epinefrina (0,25 mg) e as reações alérgicas devem ser controladas com anti-histamínicos. Na escleroterapia de varizes esofagianas a superdosagem pode resultar em grave necrose intramural do esôfago, podendo haver evolução fatal.

Composição

Cada ampola contém 100 miligramas de oleato de monoetanolamina;

Excipiente em 2 ml: (álcool benzílico e água para injetáveis)

Armazenamento

Onde, como, e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Cuidados de conservação Ethamolin deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15ºC e 30° C), em sua embalagem original e protegido da luz.

Prazo de validade 36 meses após a data de fabricação impressa no cartucho. Não use medicamentos com prazo da validade vencido.

Apresentação

Solução aquosa - Embalagem contendo 6 ampolas com 2 ml USO ADULTO USO INTRAVENOSO

Interações Medicamentosas

Não são conhecidas interações relevantes.

Informações Legais

MS: 1.4916.0002 Farm. Resp.: Dra. Márcia Weiss I. Campos - CRF-RJ nº 4499 SAC: 0800-250110

Laboratório

Fabricado e distribuído por:

Zest Farmacêutica Ltda Rua Viúva Cláudio, 300 - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20970-032 Indústria Brasileira CNPJ: 03.557.772/0001-17


Bulas
Principal