Hidrocortex - Bula

Hidrocortex



Laboratório

Bergamo

Apresentação de Hidrocortex

Amp. 100mg/2ml Amp. 500 mg/5ml

Hidrocortex - Indicações

Crises de insuficiência adrenocortical, asma brônquica, estados alérgicos em geral e choque anafilático. Choques de qualquer etiologia. Estados tóxicos das doenças infecciosas. No edema cerebral pós-cirúrgico ou traumático. Na anestesia (acidentes e complicações anestésicas). Em alterações imunitárias, em doenças do colágeno, em embolia gordurosa, etc.

Contraindicações de Hidrocortex

É contraindicado em pacientes com úlcera péptica, cardiopatias congênitas, hipertensão arterial, diabetes, herpes simples e infecções generalizadas, tromboembolismo, psicose aguda, estados convulsivos e tuberculose ativa.

Reações adversas e efeitos colaterais de Hidrocortex

Os glicocorticóides apresentam uma ampla gama de reações indesejáveis, muitas das quais dependem de suas próprias ações farmacológicas. A maioria delas não constituem um perigo iminente nos casos de tratamento agudos (1-2 dias); sem dúvida o risco de aparecimento está na relação direta com as doses e o tempo de administração. As mais frequentes são: Retenção de sódio, edema e alcalose hipopotassêmica. Músculo-esqueléticas: fraqueza muscular, perda da massa muscular e osteoporose. Gastrointestinais: esofagite ulcerativa, úlcera péptica e pancreatite. Dermatológicas: atraso na cicatrização, acne, petéquias e equimoses. Neurológicas: convulsões, vertigem e cefaléia. Psicológicas: psicoses, distúrbios menstruais, pseudodiabetes e insuficiência adrenocortical. Metabólicas: balanço nitrogenado negativo, hiperpigmentação ou hipopigmentação. Outras reações: glaucoma, pressão intraocular aumentada, catarata, hirsutismo, exoftalmia, tromboembolia, necrose asséptica da cabeça do fêmur e do úmero, e ruptura de tendão. Alterações em exames laboratoriais: Aumento da amilase, cloreto, colesterol, glicose, proteína, e sódio; diminuição de cálcio, potássio, cloreto e tiroxina. Provas de diagnóstico cerebral por imagens que utilizem pertecnato sódico marcado com (99mTc), gluceptato de Tecnécio (99mTc), pentetato de Tecnécio (99mTc). (A captação destes agentes de diagnósticos pelos tumores cerebrais pode diminuir nos pacientes que ingerem grandes doses de glicocorticóides já que estes induzem a redução do edema peritumoral).

Hidrocortex - Posologia

Afecções leves: 100 a 1000 miligramas nas 24 horas por via intravenosa ou intramuscular Afecções graves: 25 mg/kg de peso, por via intravenosa de uma só vez ou divididas para as 24 horas em infusão. Emergências: 100 miligramas via intravenosa direta, a cada 1 ou 2 horas, até que os sintomas sejam controlados, a seguir, a cada 2 ou 4 horas, durante as primeiras 24 horas e, a seguir, suspender. A dosagem deve ser aumentada dependendo da gravidade e da resposta clínica. Preparo da Solução: Via Intramuscular: Injetar o volume contido na ampola do diluente, dentro do frasco-ampola, agitando suavemente até total dissolução. Via Intravenosa: usar como diluente solução glicosada 5% ou solução de cloreto de sódio 0,9%. Atenção: a solução de cloreto de sódio 0,9% (solução fisiológica), não é recomendada em pacientes com restrição de sal. Volume de diluição: Via intravenosa direta: 2 ml de solução glicosada 5% Perfusão intravenosa: em 100 a 1000 mililitros de glicose 5% ou solução fisiológica de cloreto de sódio 0,9%

Hidrocortex - Informações

Embora não se conheça precisamente o mecanismo de ação da hidrocortisona, julga-se que o efeito modulador que exerce sobre os leucócitos compreendidos nos processos inflamatórios resulta da interação com seus respectivos receptores. Como resultado desta interação que ocorre na célula-alvo, formam-se os complexos esteróides-receptores. Estes deslocam-se em seguida até o núcleo celular e com ele se associam, desencadeando a síntese do mRNA específico que, por sua vez, induz a síntese de nova proteína, tal como uma enzima ou proteína inibidora. Após injeção da taxa máxima em uma hora e meia após a administração. O metabolismo da hidrocortisona é hepático e a excreção é urinária sob a forma de glicuronideos conjugados.


Bulas
Principal