Isketam - Bula

Isketam



Isketam

Indicação

Para quê serve Isketam?

ISKETAM é indicado nos estados de déficit intelectual como ocorre na insuficiência vascular cerebral, nos acidentes vasculares cerebrais, nas síndromes pós-traumáticas; nos distúrbios vestibulares de origem vascular, tais como: vertigens, déficits auditivos senis; nos distúrbios da vigilância e da consciência (delírios, confusões mentais de origem vascular); nos distúrbios do comportamento e integração ao meio consequente à involução senil; nas sequelas de patologia do sistema nervoso central como ocorrem nos estados pós-meningo-encefalites e nas alterações funcionais e deficiências intelectuais secundárias ao alcoolismo e à toxicomania.

Contraindicações

Quando NÃO devo usar este medicamento?

Isketam é contraindicado em pacientes que apresentem hipersensibilidade a quaisquer dos componentes de sua fórmula. isketam não deve ser administrado durante a gravidez e a lactação. Isketam também é contraindicado nos casos de psicoses agudas ou crônicas, independente da etiologia.

Posologia

Como usar Isketam?

Um comprimido a cada 8 horas, com duração do tratamento a critério médico.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

• sistema nervoso central: altas doses de piracetam foram associadas à hiperestimulação, distúrbios do sono e tontura em alguns pacientes.

• gastrintestinais: náuseas, desconforto epigástrico, dor abdominal e flatulência foram descritos ocasionalmente durante o tratamento com piracetam.

• cardiovasculares: bradicardia sinusal pode ocorrer com o uso do mesilato de dihidroergocristina e é resolvida com a interrupção do tratamento. casos de ergotismo e vasoespasmo foram descritos com o uso da di-hidroergocristina associada com heparina, por via subcutânea, na profilaxia pós-operatória de eventos trombo embólicos. pode ocorrer hipotensão também.

• endócrino-metabólicas: o mesilato de di-hidroergocristina pode induzir o aparecimento de porfiria.

• respiratórias: o mesilato de di-hidroergocristina pode levar ao aumento da secreção e congestão nasal.

Advertências e precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

quando os sintomas são de etiologia desconhecida, diagnóstico cuidadoso deve ser realizado antes de prescrever isketam. Pacientes com insuficiência renal podem necessitar de ajuste de doses. pacientes que sentirem tonturas ou outros distúrbios do sistema nervoso central devem ser advertidos para não operarem maquinaria perigosa ou dirigirem veículos motorizados. a eficácia deste medicamento depende da capacidade funcional do paciente.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Os sintomas mais comuns na superdosagem por mesilato de di-hidroergocristina são secundários ao vasoespasmo arterial focal ou generalizado e à isquemia de órgãos. Já os sintomas mais comuns na superdosagem por piracetam incluem sonolência, tontura, fadiga, ataxia, nervosismo e alterações do comportamento. Um paciente com suspeita de intoxicação por ISKETAM deve ser levado imediatamente para um hospital, para que sejam tomadas as medidas de suporte de vida. Lavagem gástrica e uso do carvão ativado podem ser úteis. Não existe qualquer substância com efeito antídoto ao mesi lato de di-hidroergocristina e ao piracetam. O paciente deve ser monitorizado e deve receber o tratamento sintomático apropriado para cada condição clínica, como hipertensão, hipotensão, convulsões e insuficiência vascular periférica.

Composição

Cada comprimido contém:

piracetam: 400 miligramas mesilato de di-hidroergocristina: 1 mg Excipientes: amido, celulose microcristalina, estearato de magnésio, corante vermelho FDC nº 3 laca de alumínio, dióxido de silício e fosfato de cálcio dibásico di-hidratado.

Armazenamento

Onde, como, e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

ISKETAM, quando conservado em temperatura ambiente (temperatura entre 15 e 30ºC), ao abrigo da luz e umidade apresenta uma validade de 24 meses a contar da data de sua fabricação. NUNCA USE MEDICAMENTO COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO. ALÉM DE NÃO OBTER O EFEITO DESEJADO, PODE PREJUDICAR A SUA SAÚDE.

Apresentação

Comprimidos em blister de 20 USO ADULTO USO ORAL

Interações Medicamentosas

• varfarina: A administração concomitante de piracetam e varfarina pode resultar em um significante aumento no tempo de protrombina com potencial para hemorragias.

• naratriptano, zolmitriptano e rizatriptano: A co-administração de triptanos e alcalóides do ergot pode resultar em prolongamento das reações vasoespásticas e portanto, um mínimo de 24 horas deve separar a administração das duas classes de drogas.

• dopamina: A administração concomitante da dopamina e ISKETAM pode ocasionar isquemia periférica e gangrena.

• indinavir, efavirens, saquinavir e nelfinavir: A associação de antirretrovirais e ISKETAM pode ocasionar ergotismo, pois aumenta a concentração sérica do alcalóide do ergot.

Informações Legais

MS - 1.0573.0033 Farmacêutico Responsável: Wilson R. Farias - CRF-SP nº 9.555 Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.

Laboratório

MS - 1.0573.0033 Farmacêutico Responsável: Wilson R. Farias - CRF-SP nº 9.555 Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.

Via Dutra, km 222,2 Guarulhos - SP CNPJ 60.659.463/0001-91 Indústria Brasileira


Bulas
Principal