Lactulona - Bula

Lactulona



Lactulona

Indicação

Para quê serve Lactulona?

LACTULONA é indicada para o tratamento sintomático da constipação intestinal; também é indicada para a prevenção e tratamento de encefalopatia hepática, tanto no pré-coma quanto no coma hepático.

Contraindicações

Quando NÃO devo usar este medicamento?

LACTULONA é contraindicada em:

-pessoas com história de hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula;

-casos de intolerância à lactose, galactose, frutose;

-pessoas com apendicite, hemorragia retal não-diagnosticada ou com obstrução intestinal;

-como agente para o preparo intestinal de exames proctológicos em que se pretenda usar eletrocautério.

Posologia

Como usar Lactulona?

CONSTIPAÇÃO INTESTINAL CRÔNICA Lactentes: 5 ml/dia Crianças de 1 a 5 anos: 5 a 10 ml/dia Crianças de 6 a 12 anos: 10 a 15 ml/dia Acima de 12 anos e adultos: 15 a 30 ml/dia A posologia pode ser ajustada para que se obtenha 2 ou 3 evacuações diariamente.

ENCEFALOPATIA HEPÁTICA, PRÉ-COMA E COMA HEPÁTICO Iniciar com 60 mililitros ao dia podendo chegar, em casos graves, a 150 mililitros ao dia.

Modo de Uso LACTULONA pode ser administrada preferencialmente em uma única tomada pela manhã ou à noite, sozinha ou com alimentos, ou ainda misturada a suco de fruta, leite, iogurte, água ou qualquer líquido.

Conduta em caso de esquecimento da administração.

Se houver esquecimento da administração de uma dose, deve-se tomá-la assim que possível, caso não esteja perto da próxima tomada. Neste caso deve-se apenas tomar a próxima dose no horário correto.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

O uso de doses altas de lactulose em encefalopatia hepática pode causar distensão abdominal, flatulência, meteorismo, eructação, desconforto e aumento da sede, normalmente transitórios. Náusea e vômito têm sido relatados com pouca frequência. Caso ocorra diarréia em resposta à lactulose, a dose deve ser reduzida.

Alterações de exames laboratoriais: a administração prolongada ou de doses elevadas de lactulose pode aumentar a concentração plasmática de glicose e diminuir os níveis séricos de potássio.

Advertências e precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Pessoas com pressão alta e com desidratação devem ter cuidado na administração de LACTULONA , pois tais condições podem ser agravadas com a sua administração. O medicamento, além da lactulose (substância não-absorvida pelo organismo e assim sem valor calórico), contém pequenas quantidades de galactose e lactose. Isso deve ser levado em consideração especialmente ao se administrar a LACTULONA a diabéticos, pelo fato de haver relatos de casos em que houve o aumento dos níveis sanguíneos de glicose com a administração do xarope. Os diabéticos devem consultar o médico assistente para reavaliar o controle da glicemia.

ATENÇÃO DIABÉTICOS: CONTÉM AÇÚCAR.

Portadores de encefalopatia hepática devem estar sob cuidados médicos constantes, pelo risco de acidose quando a LACTULONA for usada em altas doses. Idosos debilitados em tratamento contínuo com LACTULONA devem consultar periodicamente um médico para a avaliação dos sais do sangue (sódio, potássio, cloro e bicarbonato). O uso de LACTULONA em crianças somente deve ser realizado com orientação médica, após se eliminar a possibilidade de que os sintomas intestinais sejam decorrentes de outras doenças.

O uso de LACTULONA em mulheres grávidas ou durante o aleitamento deve ser feito sob orientação médica. Informe o uso de lACTULONA

ao seu médico antes de se submeter a qualquer exame proctológico (colonoscopia, retosigmoidoscopia).

Faixa etária NÃO HÁ CONTRAINDICAÇÕES RELATIVAS A FAIXAS ETÁRIAS.

Crianças: seu uso deve ser realizado apenas sob orientação médica. SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR. NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Se houver superdosagem, esperam-se sintomas tais como diarréia, espasmos e cólicas abdominais, sede, fraqueza, fadiga e vômito. Podem ocorrer desidratação, hipocalemia, hipernatremia e piora da insuficiência hepática. O tratamento consiste em reposição de volume e correção dos desequilíbrios eletrolíticos. Estas medidas são particularmente importantes no caso de idosos e crianças.

Composição

Cada ml de Lactulona Xarope sabor ameixa contém:

lactulose: 667 mg ingredientes não ativos* em quantidade suficiente para completar: 1 ml

*(lactose, galactose, tagatose, açúcares cetônicos, bicarbonato de sódio, ácido sórbico, essência de ameixa e água).

Cada ml de Lactulona Xarope sabor salada de frutas contém:

lactulose: 667 mg ingredientes não ativos* em quantidade suficiente para completar: 1 ml

*(lactose, galactose, tagatose, açúcares cetônicos, bicarbonato de sódio, ácido sórbico, essência de salada de frutas e água).

Cada ml de Lactulona Xarope sabor laranja contém:

lactulose: 667 mg ingredientes não ativos* em quantidade suficiente para completar: 1 ml

*(lactose, galactose, tagatose, açúcares cetônicos, bicarbonato de sódio, ácido sórbico, essência de laranja e água).

Cada ml de Lactulona Xarope tradicional contém:

lactulose: 667 mg ingredientes não ativos* em quantidade suficiente para completar: 1 ml

*(lactose, galactose, tagatose, açúcares cetônicos, bicarbonato de sódio, ácido sórbico e água).

Armazenamento

Onde, como, e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Frascos de plástico: conservar o produto em temperatura ambiente (15ºC - 30ºC).

Frascos de vidro: conservar o produto em temperatura ambiente (15ºC - 30ºC). Proteger da luz e umidade.

Flaconetes: conservar o produto em temperatura ambiente (15ºC - 30ºC). Proteger da luz e umidade. Sachês: conservar o produto em temperatura ambiente (15ºC - 30ºC). Proteger da luz.

Prazo de validade O prazo de validade consta na embalagem externa. Não utilizar o medicamento após este prazo. Raspe a janela na face externa do cartucho com metal para visualizar a marca de segurança: deve aparecer o símbolo da Daiichi Sankyo e a frase "Qualidade Daiichi Sankyo".

Apresentação

LACTULONA é apresentada em embalagens contendo: frasco de plástico com 120 mililitros de xarope nos sabores ameixa ou salada de frutas; frasco de vidro com 120 mililitros de xarope nos sabores ameixa, salada de frutas ou laranja; 10 sachês com 15 ml de xarope nos sabores ameixa, salada de frutas ou laranja; 10 flaconetes com 5 ou 15 ml de xarope nos sabores ameixa, salada de frutas, laranja ou tradicional.

TOMAR POR VIA ORAL PODE SER USADO POR CRIANÇAS E ADULTOS

Interações Medicamentosas

Embora existam relatos contraditórios sobre o uso concomitante da neomicina e da lactulona, a eliminação de certas bactérias do cólon pela neomicina pode interferir na degradação da lactulose e impedir a acidificação adequada do cólon. Devem ser administrados com cautela os medicamentos que induzam hipocalemia ou hipomagnesemia como droperidol e levometadil, pois há aumento do risco de ocorrer um efeito cardiotóxico (prolongamento do intervalo QT).

LACTULONA não pode ser administrada juntamente com laxantes, pois podem reduzir o efeito acidificante da lactulose. O uso de antiácidos pode inibir a ação da lactulose.

Informações Legais

MS - 1.0454.0043 Farm. Resp.: Dra. Leila Brambila Tsuchiya - CRF-SP n° 21.755 SAC: 0800 55 6596

Laboratório

Fabricado por Daiichi Sankyo Brasil Farmacêutica Ltda.*

Alameda Xingu, 766 - Alphaville - Barueri - SP CNPJ nº 60.874.187/0001-84 - Indústria Brasileira

* Nova Razão Social de Sankyo Pharma Brasil Ltda.


Bulas
Principal