Mecacin - Bula

Mecacin



Mecacin

Indicação

Para quê serve Mecacin?

Tratamento dos processos infecciosos causados por microorganismos sensíveis à miocamicina.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Pacientes com hipersensibilidade a este fármaco ou a midecamicina.

Posologia

Como usar Mecacin?

Crianças com menos de 40 kg: a posologia recomendada é de 30 miligramas de miocamicina por kg de peso corporal. Em casos mais graves a dose diária prescrita pode chegar a 45 miligramas de Mecacin por kg de peso. A dose total pode ser fracionada em 2 ou 3 tomadas, em intervalos de 12 ou 8 horas, respectivamente. Crianças com 40 kg ou mais e adultos: a posologia diária recomendada é de 1.200 mg, dividida em 2 ou 3 tomadas, em intervalos de 12 ou 8 horas, respectivamente. Casos mais graves podem requerer dose de 1.800 mg/dia, igualmente dividida em 2 ou 3 tomadas diárias. Em média deve ser 7 a 1 5 dias a duração do tratamento, sendo de 5 dias o tempo mínimo recomendado. Mecacin pode ser ingerido antes ou depois das refeições, uma vez que a presença ou ausência de alimentos no tubo digestivo não influencia a absorção do produto. Mecacin Suspensão é preparado pela adição de água filtrada ao conteúdo do frasco até atingir o nível indicado, no rótulo do vidro, por uma seta. Agitar para homogeneizar a suspensão. Após preparada, a suspensão é válida por 7 dias. O frasco deve ser agitado antes de cada tomada. Superdosagem: na eventualidade de superdosagem deve-se proceder à lavagem gástrica e procurar acelerar a eliminação renal do produto, aumentando a diurese (hidratação, diuréticos). Se necessário, pode-se recorrer à hemodiálise. As reações alérgicas devem ser tratadas com anti-histamínicos e corticosteróides, intramuscular ou endovenosamente. As reações do tipo anafilático requerem utilização de adrenalina, corticosteróides, controle da volemia (administração de soluções hidrossalinas e plasma), respiração assistida e, eventualmente, traqueotomia.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Mecacin é um produto bem tolerado pelos pacientes. Os efeitos colaterais mais frequentes relacionam-se com o aparelho digestivo. Segundo alguns estudos podem surgir, em cerca de 5% dos pacientes, náuseas, vômitos, desconforto abdominal, cólicas e diarréia. Esses efeitos desaparecem 24 ou 48 horas após a suspensão do medicamento. Em menos de 0,5% dos casos podem surgir reações alérgicas, manifestando-se por exantemas maculopapulares, prurido, urticária e angioedema. Muito mais raramente podem aparecer distúrbios respiratórios e fenômenos anafiláticos.

Advertências e precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

A segurança da utilização de miocamicina durante a gravidez, ainda não está estabelecida. Assim, esse medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas. Apesar de não existirem citações de alterações hepáticas, renais e hematológicas consequentes ao uso da miocamicina, é recomendável em caso de tratamento prolongado, proceder-se à avaliação das funções renais, hepáticas e quadro hematológico. - Interações medicamentosas: não se deve administrar Mecacin juntamente com penicilinas ou cefalosporinas, pois poderia haver inibição da ação bactericida desses antibióticos. Da mesma maneira, não se deve administrá-lo juntamente com as lincomicinas cujo mecanismo de ação é quase idêntico ao dos macrolídeos, havendo assim antagonismo entre essas classes de antibióticos. Embora não existam estudos específicos, sugere-se utilizar a miocamicina cautelosamente nos pacientes em uso de derivados do ergot e carbamazepina, uma vez que alguns macrolídeos comprovadamente aumentam os níveis séricos dessas substâncias. A utilização conjunta de anticoncepcionais orais e alguns macrolídios, pode desencadear, em algumas mulheres, aparecimento de icterícia e prurido. Isso ocorre por interferência com o citocromo P450. A icterícia e o prurido desaparecem no período de um mês após a suspensão dos medicamentos. Não existem relatos da ocorrência desses fenômenos durante o uso de miocamicina.

Composição

Cada comprimido contém: miocamicina 600 mg.Excipiente q.s.p. 1 comprimido. Cada frasco de 100 mililitros contém: miocamicina 4,000 g. Excipiente q.s.p. 20,000 g.

Apresentação

Cartucho contendo 10 comprimidos. Cartucho contendo um frasco de 100 mililitros com 20 g de granulado para o preparo da suspensão oral a 20%.

Laboratório

Eurofarma Laboratórios Ltda.


Bulas
Principal