Naldecon Dia - Bula

Naldecon Dia



Naldecon dia

Indicação

Para quê serve Naldecon dia?

Analgésico e antitérmico. É indicado ainda nos processos que envolvem as vias aéreas superiores, como descongestionante nasal.

Contraindicações

Quando NÃO devo usar este medicamento?

Em caso de alergia a algum dos componentes da fórmula, a administração do produto deve ser descontinuada.

Posologia

Como usar Naldecon dia?

Adultos e crianças acima de 12 anos: tomar um comprimido amarelo e um branco, ao mesmo tempo, a cada 8 horas, durante o dia.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Procure orientação médica se, durante o tratamento, ocorrer algum destes sintomas: nervosismo, tremores, palpitações, dor de cabeça, sintomas gastrointestinais como náusea, vômito e dor abdominal, hipotermia. Informe seu médico sobre o aparecimento de qualquer reação inesperada.

Advertências e precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Gravidez e lactação: Assim como para qualquer medicamento, em caso de gravidez ou amamentação deve-se procurar orientação médica antes de utilizar este produto. Naldecon DIA é contraindicado nos 3 primeiros meses de gravidez e, após este período, deve ser administrado apenas em caso de necessidade, sob controle médico.

Cuidados de administração: Uma dose é igual a 2 comprimidos, devendo ser ingerido um comprimido amarelo e um branco ao mesmo tempo. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

Precauções Pacientes com problemas cardíacos, pressão alta, diabetes, problemas de tireóide e problemas hepáticos deverão estar sob supervisão médica para fazer uso de Naldecon DIA. Este produto deve ser administrado com cautela em pacientes com função renal ou hepática comprometidas. Embora haja poucos relatos de disfunção hepática nas doses habituais de paracetamol, é aconselhável monitorar a função hepática nos casos de uso prolongado. Não se outro produto que contenha paracetamol. Em caso de dúvida procure orientação médica.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Nos casos de ingestão excessiva de paracetamol, a partir de 7,5 g ou 150 mg/kg, o paciente deve ser monitorado até que o médico esteja certo de não haver hepatotoxicidade. Os sinais iniciais de superdose incluem: vômitos, náuseas, dor no quadrante superior do abdome, palidez cutânea. As evidências clínicas e laboratoriais da hepatotoxicidade podem não ser aparentes até 24 a 48 horas após a ingestão, portanto recomenda-se que o paciente fique em observação durante esse período. O tratamento deve ser iniciado o mais rápido possível: o estômago deve ser esvaziado até 1 hora após a ingestão através de aspiração gástrica e lavagem. Recomenda-se também a administração de carvão ativado, pois o paracetamol é bem absorvido . A estimativa da quantidade ingerida, principalmente se fornecida pelo paciente, não é um dado confiável. Portanto, a determinação da concentração sérica de paracetamol deve ser obtida o mais rápido possível, mas não antes de 4 horas após a ingestão. A determinação da função hepática deve ser obtida inicialmente e, a seguir, a cada 24 horas, durante 3 dias. O antídoto, N-acetilcisteína, deve ser administrado com urgência e dentro das 16 primeiras horas após a ingestão para se obter em bons resultados. O seguinte esquema pode ser utilizado, com N-acetilcisteína injetável: dose inicial de 150 mg/kg de peso, intravenosa, por 15 minutos, seguida de infusão de 50 mg/kg de peso em 500 mililitros de dextrose (a 5%), por 4 horas. Depois, 100 mg/kg de peso em 1 litro de dextrose a 5% nas próximas 16 horas (total: 300 mg/kg de peso em 20 horas). Os principais sinais de superdosagem relacionados à fenilefrina são aumento da pressão arterial, taquicardia, tremores e arritmias cardíacas. O paciente deve receber suporte cardiovascular e tratamento sintomático.

Composição

Cada comprimido amarelo contém: 400 miligramas de paracetamol e 20 miligramas de cloridrato de fenilefrina. Cada comprimido branco contém: 400 miligramas de paracetamol.

Ingredientes inativos: celulose microcristalina, amido pregelatinizado, corante D&C amarelo nº.10, estearato de magnésio, polivinilpirrolidona, amido de milho e água purificada.

Armazenamento

Onde, como, e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Mantenha Naldecon DIA à temperatura ambiente (15ºC a 30°C), protegido da luz e umidade.

Apresentação

Naldecon DIA é apresentado sob a forma farmacêutica de comprimidos, em embalagens contendo 3 blísters com 8 comprimidos cada ou displays com 20 ou 25 blísters com 4 comprimidos cada.

USO ADULTO E CRIANÇAS ACIMA DE 12 ANOS.

Interações Medicamentosas

Naldecon DIA deve ser usado com cautela em pacientes que fazem uso regular de álcool, devido ao risco de agravamento de um comprometimento hepático já existente. Não deve ser utilizado concomitantemente com barbitúricos, antidepressivos tricíclicos e carbamazepina, devido ao aumento do risco de hepatotoxicidade. Não deve ser utilizado concomitantemente com antidepressivos inibidores da MAO ou outras drogas de efeito hipertensor, dado o risco de hipertensão. Em caso de superdose, procure imediatamente um médico ou um centro de intoxicação. O suporte médico imediato é fundamental, mesmo se não houver sinais e sintomas aparentes de intoxicação.

Laboratório

Bristol-Myers Squibb Farmacêutica S.A.


Bulas
Principal