Neurium - Lamotrigina - Bula

Neurium

Lamotrigina

Antiepilepticos



Neurium

Indicação

Para quê serve Neurium?

Lamotrigina é uma droga antiepilética indicada para o tratamento de crises parciais e crises tônico-clônicas generalizadas, não satisfatoriamente controladas com outras drogas antiepiléticas.

Farmacocinética

Como funciona este medicamento?

Em voluntários sadios, a lamotrigina é rápida e completamente absorvida no intestino. O pico de concentração plasmática ocorre aproximadamente 2,5 horas após a administração oral.

Após administrações múltiplas de lamotrigina (150 miligramas duas vezes ao dia) a voluntários normais, houve uma modesta indução de seu próprio metabolismo, mas não surgiram evidências de indução de enzimas mono-oxigenase a um nível que elevasse as interações clinicamente importantes com drogas metabolizadas por estas enzimas. A lamotrigina apresenta uma ligação de 55% às proteínas plasmáticas e é muito improvável que seu deslocamento resulte em toxicidade.

A média da meia-vida de eliminação em adultos saudáveis é de 29 horas e o perfil farmacocinético é linear até 450 mg, a mais alta dose única testada. A meia-vida da lamotrigina é grandemente afetada por medicação concomitante, com um valor médio de aproximadamente 14 horas quando administrada com drogas indutoras de enzimas, tais como carbamazepina e fenitoína, e aumentando para uma média de aproximadamente 70 horas quando co-administrada somente com valproato de sódio.

Contraindicações

Quando NÃO devo usar este medicamento?

NEURIUM é contraindicado nos casos de conhecida hipersensibilidade à lamotrigina ou a qualquer componente da formulação.

Posologia

Como usar Neurium?

Adultos e crianças acima de 12 anos de idade A dose inicial de NEURIUM para pacientes que não estejam tomando valproato de sódio é de 50 miligramas uma vez ao dia por duas semanas, seguidos por 100 mg/dia administrados divididos em duas tomadas durante duas semanas. A partir daí, a dose usual de manutenção para se obter uma resposta ótima é de 200-400 mg/dia administrados em duas tomadas.

Naqueles pacientes recebendo valproato de sódio, a dose inicial de NEURIUM deve ser de 25 miligramas em dias alternados, por duas semanas, seguidos de 25 miligramas uma vez ao dia durante 2 semanas. A partir daí, a dose usual de manutenção para se obter uma resposta ótima é de 100-200 mg/dia administrados uma vez ao dia ou divididos em duas tomadas.

Adultos e crianças acima de 12 anos (dose diária total em mg/dia) As doses iniciais recomendadas não devem ser excedidas (vide Precauções).

Crianças com 12 anos ou menos Não há ainda informação suficiente sobre o uso de NEURIUM em crianças com menos de 12 anos.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Em estudos clínicos duplo-cego onde lamotrigina foi adicionada a regimes padrão de drogas antiepiléticas, ocorreram "rashes" cutâneos em até 10% dos pacientes que tomavam lamotrigina e em 5% dos pacientes que tomavam placebo. Os "rashes" cutâneos levaram à suspensão do tratamento com lamotrigina em 2% dos pacientes. O "rash" normalmente de aparência máculo-papular, geralmente aparece dentro de quatro semanas após o início do tratamento, ocorrendo regressão com a suspensão da droga. Raramente foram observados

"rashes" cutâneos graves, inclusive angioedema e síndrome de Stevens Johnson.

Outras reações adversas relatadas durante estudos com a lamotrigina adicionada a regime padrão de drogas antiepiléticas incluíram: diplopia, visão turva, tontura, sonolência, cefaléia, falta de firmeza de movimento, cansaço, distúrbios gastrintestinais e irritabilidade/agressão.

Advertências e precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Dados disponíveis sugerem que se a dose recomendada para o início da terapia com lamotrigina for excedida, pode haver um aumento na incidência de "rash" requerendo a retirada da terapia.

Lamotrigina é um fraco inibidor da diidrofolato-redutase; portanto, há possibilidades de interferência com o metabolismo do folato durante tratamentos prolongados. Mas, em períodos de até um ano, a lamotrigina não induziu alterações significativas na concentração da hemoglobina, no volume corpuscular médio e nas concentrações séricas de folato ou de glóbulos vermelhos.

Como ocorre com outras drogas antiepiléticas, a suspensão abrupta de lamotrigina pode provocar crises de rebote. Este risco pode ser evitado pela redução gradual da dose por um período de duas semanas.

Em estudos de dose única em pacientes com insuficiência renal terminal, as concentrações plasmáticas de lamotrigina não foram significativamente alteradas. No entanto, como é esperado que haja acúmulo do metabólito glicuronado, deve-se ter cuidado ao tratar pacientes com insuficiência renal.

Lamotrigina é eliminada primariamente por metabolismo hepá-tico. Não foram conduzidos estudos em pacientes com prejuízo significativo da função hepática. Até que tais dados estejam disponíveis, não é recomendado o uso do produto em pacientes com disfunções hepáticas.

Mutagenicidade Os resultados de testes mutagênicos indicam que a lamotrigina não apresenta riscos genéticos ao homem.

Carcinogenicidade Lamotrigina não se mostrou carcinogênica em estudos em ratos e camundongos.

Fertilidade A administração de NEURIUM não comprometeu a fertilidade em estudos de reprodução animal.

Não há experiências sobre os efeitos da lamotrigina sobre a fertilidade humana.

Teratogenicidade Lamotrigina é um fraco inibidor da diidrofolato-redutase. Há um risco teórico de deformações fetais em seres humanos quando a mãe for tratada com um inibidor de folato durante a gravidez. Todavia, estudos de toxicologia reprodutora com lamotrigina em animais com doses que excediam as terapeuticamente indicadas para seres humanos, não mostraram efeitos teratogênicos.

Gravidez São insuficientes os dados disponíveis que garantam a segurança do uso de NEURIUM na gravidez humana. Como ocorre com a maior parte das drogas, a lamotrigina só deve ser usada durante a gravidez quando, na avaliação do médico, os benefícios potenciais para a mãe superarem quaisquer possíveis riscos ao feto em desenvolvimento.

Lactação Não há informação disponível sobre as concentrações de lamotrigina ou seus metabólitos que possam aparecer no leite materno após a administração de NEURIUM.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Sinais e Sintomas Não há experiências com superdosagem de lamotrigina, mas alguns pacientes com concentrações séricas muito altas da droga (maior ou igual a 15 mcg/mL) relataram sedação, ataxia, diplopia, náuseas e vômitos.

Tratamento Na superdose o paciente deve ser hospitalizado para receber tratamento de suporte apropriado.

Quando indicada, deve ser feita lavagem gástrica.

Composição

Cada comprimido sulcado contém:

Lamotrigina: 50 mg: 100 miligramas Excipientes: celulose microcristalina, lactose, copolividona, óxido de ferro amarelo, sílica gel, glicolato de amido sódico, estearato de magnésio, q. s. p.: 1 comprimido

Apresentação

Comprimidos: neurium 50 miligramas e 100 miligramas são apresentados em embalagens com 30 Comprimidos.

Interações Medicamentosas

Não há evidências de que a lamotrigina cause indução ou inibição clinicamente significativa de enzimas hepáticas oxidativas de metabolização de drogas. A lamotrigina pode induzir seu próprio metabolismo, mas o efeito é modesto e provavelmente não apresenta consequências clínicas significativas.

Relataram-se aumentos nas concentrações plasmáticas de outras drogas antiepiléticas em alguns pacientes, não obstante estudos controlados não terem demonstrado qualquer evidência de que a lamotrigina afete as concentrações plasmáticas de drogas antiepiléticas administradas concomitantemente. A evidência de estudos in vitro indica que a lamotrigina não desloca outras drogas antiepiléticas dos locais de ligação às proteínas.

Em estudo com 12 voluntárias, a lamotrigina não afetou as concentrações plasmáticas do etinilestradiol e do levonorgestrel, após a administração do anticoncepcional oral.

Mas, como ocorre com a introdução de outro tratamento crônico em pacientes que estejam tomando anticoncepcionais orais, qualquer alteração no padrão de sangramento menstrual deve ser relatado ao médico.

Os agentes antiepiléticos (tais como a fenitoína, a carbamazepina, o fenobarbital e a primidona), que induzem as enzimas hepáticas de metabolização de drogas, aumentam o metabolismo da lamotrigina.

Introdução

Neurium Lamotrigina

Pacientes Idosos

As informações sobre o uso de NEURIUM em pacientes idosos são limitadas. Até o momento, não há evidência que sugira que a resposta deste grupo etário seja diferente daquela apresentada por pacientes mais jovens. Mas, esses pacientes devem ser tratados e controlados com cautela.

ATENÇÃO: "ESTE PRODUTO É UM NOVO MEDICAMENTO E EMBORA AS PESQUISAS REALIZADAS TENHAM INDICADO EFICÁCIA E SEGURANÇA QUANDO CORRETAMENTE INDICADO, PODEM OCORRER REAÇÕES ADVERSAS IMPREVISÍVEIS AINDA NÃO DESCRITAS OU CONHECIDAS. EM CASO DE SUSPEITA DE REAÇÃO ADVERSA, O MÉDICO RESPONSÁVEL DEVE SER NOTIFICADO".

Reg. MS-1.0082.0136 SOLVAY FARMA LTDA: Administração: Rua Sergipe,120 - CEP 01243-000 - São Paulo - SP - Brasil Fone: (0xx11) 3257-9844 - Fax: (0xx11) 3257-6914 / 3259-7922 / 3259-7944 / 3231-3847 Matriz e Fábrica: Rua Salvador Branco de Andrade, 93 - CEP 06760-100 - Taboão da Serra - SP - Brasil Fone: (0xx11) 4787-3100 - Fax: (0xx11) 4787-3191 Farm. Resp.: Dr. José de Andrade - CRF-SP nº 6369

"VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA".

Nº de lote, data de fabricação e de validade: vide cartucho e/ou rótulo.

SOLVAY FARMA LTDA.

Rua Salvador Branco de Andrade, 93 Taboão da Serra - SP - Indústria Brasileira CNPJ: 60.499.639/0001-95 SAC: 0800141500

Informações ao Paciente

Ação esperada do medicamento: a lamotrigina é uma droga antiepilética indicada para o tratamento de crises parciais e crises tônico-clônicas generalizadas, não satisfatoriamente controladas com outras drogas antiepiléticas.

Cuidados de armazenamento: mantenha os comprimidos de NEURIUM em sua embalagem original, em local seco e à temperatura ambiente (entre 15ºC e 30ºC).

Prazo de validade: NEURIUM possui um prazo de validade de 36 meses desde que seguidos os cuidados de armazenamento. Nunca utilize medicamentos com prazo de validade vencido.

Gravidez e lactação: este produto não pode ser utilizado durante a gravidez e a lactação.

Informe seu médico sobre a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando.

Cuidados de administração: este medicamento não pode ser administrado à crianças com menos de 12 anos de idade. Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Interrupção do tratamento: não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Reações adversas: durante o tratamento podem ocorrer reações na pele, problemas de visão, tontura, sonolência, dor de cabeça, falta de firmeza nos movimentos, cansaço, problemas estomacais e intestinais e irritação/agressão. Informe seu médico sobre o aparecimento de reações desagradáveis.

"TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS".

Contraindicações e precauções: NEURIUM é contraindicado nos casos de hipersensibilidade conhecida à lamotrigina ou a qualquer outro componente da formulação.

Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.

"NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE".

Farmacodinâmica

Em testes destinados a avaliar os efeitos de drogas sobre o Sistema Nervoso Central, usandose doses de 240 miligramas de lamotrigina administradas a voluntários adultos sadios, os resultados não diferiram daqueles obtidos com o placebo, enquanto que 1000 miligramas de fenitoína e 10 miligramas de diazepam comprometeram significativamente a boa coordenação motora visual e os movimentos oculares, aumentaram a instabilidade corporal e produziram efeitos sedativos subjetivos.

Os resultados de estudos com a lamotrigina, em doses de 150 miligramas e 300 miligramas não diferiram daqueles verificados com o placebo, enquanto doses orais únicas de 600 miligramas de carbamazepina comprometeram significativamente a boa coordenação motora visual e os movimentos oculares, ao mesmo tempo em que aumentaram a instabilidade corporal e a frequência cardíaca.

Modo de Ação

Os resultados de estudos farmacológicos sugerem que a lamotrigina age nos canais de sódio sensíveis à diferença de potencial para estabilizar as membranas neuronais e inibir a liberação de neurotransmissor, principalmente de glutamato, o aminoácido excitatório que representa um papel-chave no desencadeamento de ataques epiléticos.

Metabolismo

Noventa e quatro por cento de uma dose rádio-marcada de lamotrigina administrada a voluntários foram recuperados na urina em um período de 168 horas. Apenas 2% foram recuperados nas fezes. A lamotrigina é extensamente metabolizada no homem e o seu principal metabólito é um N-glicuronídeo, que é responsável por 65% da dose recuperada na urina. Mais de 8% da dose foi recuperada na urina em forma inalterada.

A radiodetecção por cromatografia líquida de alta resolução revelou a presença de outro metabólito N-glicurônico em mais ou menos um décimo da concentração do principal metabólito.

Laboratório

Solvay Farma Ltda.


Antiepilepticos
Bulas
Principal