Rino Lastin - Bula

Rino Lastin



Laboratório

Aché

Referência

Azelastina

Apresentação de Rino Lastin

Spray nasal - frasco nebulizador - conteúdo 10 mililitros (1mg/ml)

Rino Lastin - Indicações

RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) é um medicamento indicado para o tratamento de rinite alérgica.

Contraindicações de Rino Lastin

RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) NÃO DEVE SER UTILIZADO POR PACIENTES COM ALERGIA A QUALQUER COMPONENTE DA FÓRMULA; POR CRIANÇAS MENORES DE 5 ANOS E NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE GRAVIDEZ.

Advertências

PACIENTES DIABÉTICOS PODEM FAZER USO DE RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina)? RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) NÃO CONTÉM AÇÚCAR. SE VOCÊ FOR DIABÉTICO CERTIFIQUE- SE COM SEU MÉDICO SOBRE O USO DO PRODUTO.

Uso na gravidez de Rino Lastin

ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO POR MULHERES GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DO CIRURGIÃO-DENTISTA. RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) NÃO DEVE SER USADO DURANTE A AMAMENTAÇÃO, EXCETO SOB ORIENTAÇÃO MÉDICA.

Interações medicamentosas de Rino Lastin

RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) pode ser utilizado com outros medicamentos? O uso de RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) não é recomendado com medicamentos contendo cimetidina

Reações adversas e efeitos colaterais de Rino Lastin

O USO DE RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) NA MUCOSA NASAL INFLAMADA PODE PROVOCAR IRRITAÇÃO (DOR, COCEIRA, ESPIRRO). AS REAÇÕES ADVERSAS QUE PODEM SER ATRIBUÍDAS AO USO DO MEDICAMENTO, SÃO: ALERGIA, SANGRAMENTO NASAL, ALTERAÇÕES DO PALADAR, SONOLÊNCIA, DOR DE CABEÇA, BOCA SECA, TONTURA, NÁUSEA, FADIGA E FRAQUEZA.

Rino Lastin - Posologia

DOSAGEM Dose normal: Uma aplicação (0,14 ml = 0,14 mg de cloridrato de azelastina) em cada narina, duas vezes ao dia (equivalente a uma dose diária de 0,56 mg de cloridrato de azelastina) em adultos e crianças de 5 anos ou mais. Dose aumentada: De acordo com o caso, a partir de 12 anos de idade, podem ser indicadas duas aplicações (0,28 ml = 0,28 mg de cloridrato de azelastina) em cada narina, duas vezes ao dia (equivalente a uma dose diária de 1,12 mg de cloridrato de azelastina).

Superdosagem

Em caso de uso excessivo e/ou ingestão acidental, cuidados devem ser tomados, tais como: entrar imediatamente em contato com seu médico ou procurar um pronto-socorro, informando a quantidade utilizada, horário da utilização e os sintomas.

Resultados de eficácia

RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) age como um antialérgico e inicia a sua ação 30 minutos após a sua aplicação no nariz.

Modo de usar

1. Remova a tampa protetora. 2. Antes da primeira aplicação, pressione a válvula várias vezes até que haja um spray uniforme. 3. Antes da aplicação de RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina), faça a higiene do nariz. Limpe a mucosidade fazendo o ar sair com força pelas narinas. Aplique o produto em cada narina após fazer a higiene nasal. Mantenha a cabeça ereta, para evitar sabor desagradável. 4. Após a aplicação, não aspire o produto para garantir que o mesmo permaneça mais tempo no local de ação. 5. Limpe o bico e recoloque a tampa protetora.

Armazenagem

Como todo medicamento, RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) deve ser guardado em sua embalagem original até sua total utilização. Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da luz.

Rino Lastin - Informações

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA? RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) age como um antialérgico e inicia a sua ação 30 minutos após a sua aplicação no nariz. POR QUE ESTE MEDICAMENTO FOI INDICADO? RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) é um medicamento indicado para o tratamento de rinite alérgica. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO? CONTRAINDICAÇÕES RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) NÃO DEVE SER UTILIZADO POR PACIENTES COM ALERGIA A QUALQUER COMPONENTE DA FÓRMULA; POR CRIANÇAS MENORES DE 5 ANOS E NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE GRAVIDEZ. ADVERTÊNCIAS PACIENTES DIABÉTICOS PODEM FAZER USO DE RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina)? RINO-LASTIN (cloridrato de azelastina) NÃO CONTÉM AÇÚCAR. SE VOCÊ FOR DIABÉTICO CERTIFIQUE- SE COM SEU MÉDICO SOBRE O USO DO PRODUTO. O PRODUTO AFETA A HABILIDADE DE DIRIGIR OU OPERAR MÁQUINAS? PODEM OCORRER EM CASOS ISOLADOS AO UTILIZAR O SPRAY NASAL DE AZELASTINA: FADIGA, CANSAÇO, EXAUSTÃO, TONTURA OU FRAQUEZA. ESSES SINTOMAS TAMBÉM PODEM SER CAUSADOS PELA PRÓPRIA DOENÇA. NESSES CASOS, A HABILIDADE DE DIRIGIR E DE OPERAR MÁQUINAS PODE ESTAR PREJUDICADA. O ÁLCOOL PODE POTENCIALIZAR ESSE EFEITO. DURANTE O TRATAMENTO, O PACIENTE NÃO DEVE DIRIGIR VEÍCULOS OU OPERAR MÁQUINAS, POIS SUA HABILIDADE E ATENÇÃO PODEM ESTAR PREJUDICADAS. PRECAUÇÕES O QUE PODE OCORRER SE UTILIZAR O MEDICAMENTO POR UMA VIA DE ADMINISTRAÇÃO NÃO-RECOMENDADA? OS RISCOS DE USO POR VIA DE ADMINISTRAÇÃO NÃO-RECOMENDADA, SÃO: A NÃO-OBTENÇÃO DO EFEITO DESEJADO E OCORRÊNCIA DE REAÇÕES ADVERSAS.

Dizeres legais

MS - 1.0573.0344 Farmacêutico Responsável: Dr. Wilson R. Farias CRF-SP nº 9555 Produzido sob licença de MEDA Pharma GmbH & Co. KG Frankfurt, Alemanha Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. Via Dutra, km 222,2 - Guarulhos - SP CNPJ 60.659.463/0001-91 Indústria Brasileira Número de lote, data de fabricação e prazo de validade: vide embalagem externa


Bulas
Principal