SECNIZOL (UCI-Farma). - Bula

SECNIZOL (UCI-Farma).



SECNIZOL (UCI-Farma).

Secnidazol ComposiçãoCada comprimido contém 500 ou 1.000 miligramas de secnidazol; Excipiente q.s.p. 1 comprimido. Cada 1 ml da suspensão (após a reconstituição) contém: Secnidazol 30 mg; Veículo q.s.p. 1 ml.

IndicaçõesSECNIZOL é indicado no tratamento da amebíase intestinal assintomática ou sintomática, amebíase hepática, giardíase, gardnerelíase e tricomoníase.

ContraindicaçõesEm casos de hipersensibilidade ao secnidazol ou a qualquer componente da fórmula. Precauções: Deve-se evitar o contato íntimo quando estão presentes lesões e sintomas da doença ou, caso ocorra, usar sempre um preservativo como camisinha para não transmitir a infecção ao parceiro. Insuficiência renal ou hepática: A farmacocinética do secnidazol em pacientes com disfunção renal ou hepática não é conhecida. Portanto, nesses casos, o risco/benefício do tratamento com secnidazol deve ser criteriosamente analisado e realizado somente sob estrito acompanhamento médico. Idosos: Não é necessário o ajuste de dose, devido ao comportamento farmacocinético do secnidazol em crianças, adultos e idosos ser similar. Gravidez: Não foram relatadas evidências de efeitos teratogênicos ou carcinogênicos com o uso do secnidazol em estudos realizados com animais. Estudos clínicos em mulheres grávidas com a utilização do secnidazol não foram realizados. O medicamento somente deve ser administrado durante a gestação sob estrito acompanhamento médico, quando os benefícios para a mãe justificarem o potencial de risco para o feto. Suspeitas de anormalidades congênitas causadas por nitroimidazóis não foram confirmadas por inúmeros estudos de reprodução realizados em centenas de mulheres grávidas durante o primeiro trimestre de gravidez. Lactação: O secnidazol é eliminado pelo leite materno. Portanto, a utilização do secnidazol durante a lactação deve ser cautelosa e sob orientação médica.

Reações adversasSECNIZOL é um medicamento bem tolerado, apresentando baixa incidência de efeitos colaterais. Ocasionalmente, podem ocorrer náuseas, vômito, glossite, dor epigástrica, alteração do paladar (gosto metálico). Raramente, cefaléia, sonolência, vertigem, urticaria, sialorréia, sudorese, parestesia, ataxia.

Posologia Amebíase intestinal e giardíase: Comprimido: 4 comprimidos de 500 miligramas ou 2 comprimidos de 1.000 mg, em tomada única. Suspensão: 1 ml da suspensão para cada quilo de peso corpóreo, em tomada única. Amebíase hepática: Comprimido: 1 comprimido de 500 mg, 3 vezes ao dia, durante 5 a 7 dias. Suspensão: 1 ml da suspensão para cada quilo de peso corpóreo; a dose total deve ser dividida em duas ou três partes e administrada a cada 12 ou 8 horas, durante 5 a 7 dias. Gardnerelíase e tricomoníase: 4 comprimidos de 500 miligramas ou 2 comprimidos de 1.000 mg, em tomada única. No tratamento da gardnerelíase e tricomoníase, é necessário que o parceiro receba igual dose de secnidazol, mesmo não apresentando sintomas da doença. SECNIZOL Pó 450 miligramas é indicado para crianças com, no máximo, 15 quilos de peso corpóreo. Para crianças acima de 15 quilos até 30 quilos de peso corpóreo deve ser utilizado SECNIZOL Pó 900 miligramas

ApresentaçaoSECNIZOL Comprimido 500 mg: Caixas contendo 4 ou 8 comprimidos. SECNIZOL Comprimido 1.000 mg: Caixas contendo 2 ou 4 comprimidos. SECNIZOL Pó 450 miligramas e 900 mg: Caixas contendo frasco com pó para reconstituição.


Bulas
Principal