Atenobal - Bula

Atenobal



ATENOBAL (Baldacci)

Atenolol

Composição
Cada comprimido contém 25, 50 ou 100 miligramas de atenolol. Excipientes q.s.p.

Indicações
Controle da hipertensão arterial, angina pectoris, arritmias cardíacas e tratamento do infarto do miocárdio.

Contraindicações
ATENOBAL não deve ser administrado a crianças, assim como a portadores de: hipersensibilidade à droga, bradicardia, choque cardiogênico, hipotensão, acidose metabólica, distúrbios severos da circulação periférica, bloqueio AV de segundo ou terceiro grau, síndrome do nódulo sinusal, feocromocitoma não-tratado e insuficiência cardíaca não-compensada.

Reações adversas
ATENOBAL é bem tolerado, sendo seus efeitos colaterais devidos à sua ação farmacológica e podem ser representados por: bradicardia, hipotensão postural, bloqueio cardíaco em pacientes suscetíveis, aumento da claudicação intermitente, fenômeno de Raynaud, confusão, tontura, cefaléia, pesadelos, boca seca, alopecia, olhos secos, parestesia, fadiga.

Posologia
Na maioria dos casos, 50-100 miligramas em dose única diária, alcançando o efeito pleno após uma ou duas semanas. Em portadores de insuficiência renal, o grau de depuração de creatinina servirá de parâmetro para a instituição da posologia, que irá variar entre 25 e 50 mg/dia. Naqueles em que a depuração for menor do que 15 ml/min/1,73 m² (equivalente à creatinina sérica > 600 mcmol/litro) a dose oral deve ser de 25 mg/dia ou 50 mg, em dias alternados. Pacientes dialisados devem receber 50 miligramas por via oral, após cada diálise, sob supervisão hospitalar. Em crianças não é recomendado, em vista de não haver experiência pediátrica. Em pacientes idosos os requisitos de dose podem ser reduzidos.

Apresentação
Caixas contendo 30 comprimidos de 25, 50 ou 100 miligramas de atenolol, em blíster.

Ações Terapêuticas : ANTIARRÍTMICOS - BLOQUEADORES BETA - CLASSE 2 | Princípios Ativos : ATENOLOL |

Bulas
Principal