Tolvon - Mianserina - Bula

Tolvon

Mianserina

Antidepressivos



Tolvon

Indicação

Para quê serve Tolvon?

Tolvon Comprimidos é indicado no tratamento das enfermidades depressivas nas quais estejam indicados os fármacos antidepressivos.

Via oral - Uso adulto

Contraindicações

Quando NÃO devo usar este medicamento?

Em pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula, durante a fase maníaca de doença bipolar e nos casos de psicose esquizofrênica.

Posologia

Como usar Tolvon?

A administração deve ser por via oral; os comprimidos deverão ser tomados sem mastigar com auxílio de algum líquido.

Iniciar o tratamento com 30 mg/dia, administrados ao deitar.

Ajustar a dose de acordo com a resposta clínica do paciente.

A dose efetiva geralmente situa-se entre 30 miligramas e 90 mg/dia.

Na maioria dos casos esta dose é de 60 mg/dia.

Obs.: Não existem estudos clínicos de cloridrato de mianserina em crianças, portanto, não se pode determinar esquema posológico para essa faixa etária.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Discrasias sanguíneas, convulsões, hipomania, hipotensão, distúrbios da função hepática, artralgia, edema e ginecomastia foram ocasionalmente relatados.

Durante os primeiros dias de tratamento foram relatados casos de tonturas.

A fim de assegurar um efeito antidepressivo ótimo, não é recomendável reduzir a dose de Tolvon.

A frequência e severidade dos sintomas relacionados com a depressão tais como visão turva, boca seca e constipação não aumentam durante o tratamento com Tolvon, ao contrário, em muitos casos foi observado uma diminuição desses sintomas.

Advertências e precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Tolvon possui ação sedativa pronunciada e pode diminuir a performance psicomotora durante os 1º os dias de tratamento, portanto, os pacientes deverão ser prevenidos quanto à realização de tarefas perigosas como dirigir veículos ou operar máquinas.

Tolvon, como outros antidepressivos, poderá precipitar a ocorrência de hipomania em indivíduos suscetíveis com moléstia depressiva bipolar.

Nesses casos, o tratamento deverá ser descontinuado.

O tratamento deverá ser interrompido na vigência de icterícia ou de convulsões.

Tolvon na gravidez e lactação: embora estudos experimentais em animais prenhes não tenham evidenciado nenhum efeito deletério sobre a prole e a excreção de Tolvon através do leite materno seja mínima, os benefícios do uso de Tolvon durante a gravidez e a lactação deverão ser avaliados em relação aos possíveis riscos para o feto ou lactente.

Após 4 a 6 semanas de tratamento com cloridrato de mianserina, foram relatados casos de depressão da medula óssea, geralmente evidenciados por granulocitopenia ou agranulocitose.

Essas reações foram revertidas com a interrupção do tratamento.

Se o paciente apresentar febre, irritação da garganta, estomatite ou outros sinais de infecção, deverá ser solicitado um hemograma.

Essas reações foram observadas em todas as faixas etárias, porém, mais comum nos idosos.

Precauções normais deverão ser tomadas e posologias de qualquer terapêutica concomitante mantidas sob controle quando do tratamento de pacientes portadores de: diabetes, insuficiências cardíaca, renal ou hepática, pacientes com glaucoma ou sintomas sugestivos de hipertrofia prostática.

Embora não seja considerado epileptogênico, deve-se ter cautela quando da administração de Tolvon a pacientes com história de crises convulsivas.

Interações Medicamentosas O cloridrato de mianserina poderá potencializar a ação depressiva do álcool sobre o SNC, portanto, os pacientes deverão ser orientados a não usar bebidas alcoólicas durante o tratamento com Tolvon Comprimidos.

Tolvon Comprimidos não deverá ser administrado simultaneamente ou dentro de 2 semanas após a interrupção do tratamento com inibidores da MAO.

Tolvon não interage com a betanidina, clonidina, metildopa, guanetidina ou propranolol (isolados ou em combinação com hidralazina) entretanto, recomenda-se monitorizar a pressão arterial dos pacientes que estejam em tratamento concomitante com drogas anti-hipertensivas.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Os sintomas relacionados à superdosagem, normalmente estão confinados a sedação prolongada.

É improvável a ocorrência de arritmias cardíacas, convulsões, hipotensão severa e depressão respiratória.

Não há um antídoto específico.

O tratamento consiste na lavagem gástrica e na instituição de terapia sintomática de suporte para as funções vitais.

Composição

Cada comprimido contém: Cloridrato de mianserina 30 miligramas

Apresentação:

Embalagens com 20 comprimidos de 30 miligramas (Cloridrato de mianserina).

Laboratório

Akzo Nobel Ltda.


Antidepressivos
Bulas
Principal