Torlós - Bula

Torlós



Laboratório

Torrent

Referência

Losartan

Apresentação de Torlós

emb. com 28 compr. rev. de 25 mg; embalagem com 14 compr. rev. de 50 mg; embalagem com 28 compr. rev. de 50 miligramas

Contraindicações de Torlós

É contraindicado para pacientes com hipersensibilidade conhecida ao Losartan potássico ou aos demais componentes da fórmula. Torlós está contraindicado durante a gravidez e lactação.

Reações adversas e efeitos colaterais de Torlós

Torlós é geralmente bem tolerado. Ocasionalmente, tem-se reportado mal estar epigástrico, diarréia, mialgia, cãibras musculares, tonturas, insônia, congestão nasal, astenia, fraqueza, edema ou inchaço local, náuseas e faringites, cefaléia, hipotensão ortostática. Todos estes efeitos foram geralmente leves e não levaram a interrupção do tratamento. Excepcionalmente, tem-se observado aumento leve e transitório das transaminases, da uréia e da creatinina.

Torlós - Posologia

A dose inicial usual de Torlós é de 50 miligramas uma vez ao dia, ou 25 miligramas em pacientes com possível depleção de volume intravascular (por exemplo, pacientes em tratamento com diuréticos), e em pacientes com histórico clínico de insuficiência hepática. Torlós pode ser administrado uma ou duas vezes ao dia com doses diárias variando de 25 a 100 miligramas Se o efeito anti-hipertensivo durante a fase de vale não for adequado usando-se o esquema de dose única diária, um esquema de duas doses diárias pode ser instituído usando-se a mesma dose total ou aumentando-se a dose. Se a pressão sanguínea não for controlada com o uso do Losartan potássico isolado, outros processos podem ser adicionados ao esquema posológico (p. ex.: diuréticos).


Bulas
Principal