Ulconar - Bula

Ulconar



Ulconar

Indicação

Para quê serve Ulconar?

Úlcera duodenal, úlcera gástrica, esofagite de refluxo, síndrome de Zollinger-Ellison.

Contraindicações

Quando NÃO devo usar este medicamento?

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Posologia

Como usar Ulconar?

Úlcera duodenal, úlcera gástrica e esofagite de refluxo: 1 cápsula (20 mg) por via oral, antes do café da manhã. Nos pacientes com úlcera duodenal o alívio dos sintomas é rápido e a cicatrização ocorre no prazo de 2 semanas, na maioria dos casos. Em alguns pacientes, pode ser necessário um período adicional de 2 semanas para completa cicatrização. Nos pacientes com úlcera gástrica ou esofagite de refluxo, o alívio dos sintomas é rápido e a cicatrização ocorre no prazo de 4 semanas, na maioria dos casos. Em alguns pacientes, pode ser necessário um período adicional de até 4 semanas para que ocorra a cicatrização. Nos pacientes refratários a outros medicamentos, recomenda-se a dose diária de 40 mg, uma vez por dia, por um período de 4 semanas para aqueles com úlcera duodenal e de 8 semanas para os casos de úlcera gástrica ou esofagite de refluxo. Na síndrome de Zollinger-Ellison, recomenda-se a dose inicial de 60 mg, uma vez por dia, que deverá ser ajustada individualmente e por um período de tempo que será determinado pela evolução clínica do paciente. Mais de 90% dos pacientes, incluindo casos graves ou com resposta inadequada a outros tratamentos, foram efetivamente controlados com doses entre 20 miligramas e 120 miligramas diários. Doses acima de 80 miligramas diários devem ser divididas em duas tomadas. Não se recomenda tratamentos prolongados por mais de 8 semanas, exceto nos casos de síndrome de Zollinger-Ellison e sob acompanhamento médico rigoroso (avaliação endoscópica e/ou radiográfica do estômago do paciente a intervalos regulares). Não é necessário o ajuste de dose para idosos ou pacientes com função hepática ou renal comprometidas. Não há experiência do uso de omeprazol em crianças. Superdosagem: não há informações disponíveis sobre os efeitos de doses excessivas em seres humanos, e não há recomendações específicas para os casos de superdosagem. Doses únicas orais de até 160 miligramas têm sido bem toleradas.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Ulconar é bem tolerado. Raramente, e em geral de forma leve e transitória, ocorreram casos de náuseas, cefaléia, obstipação, flatulência, cólicas abdominais, fraqueza, vertigem e erupções cutâneas. - Interações medicamentosas: o omeprazol pode prolongar o tempo de eliminação do diazepam, da warfarina e da fenitoína, que são drogas metabolizadas por oxidação hepática. Os pacientes sob tratamento com warfarina ou fenitoína devem ser monitorizados, podendo ser necessária uma redução na dose destas drogas. Não foram observadas interações com propranolol ou teofilina, mas podem ocorrer interação medicamentosa com outras drogas que também sejam metabolizadas através do sistema enzimático citocromo P450. Não foi observada interação do omeprazol com antiácidos.

Advertências e precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

No caso de úlcera gástrica, a possibilidade de malignidade da lesão deve ser precocemente afastada, uma vez que o tratamento com Ulconar pode aliviar os sintomas e retardar o diagnóstico desta patologia. Embora os estudos em animais de laboratório não tenham evidenciado toxicidade fetal ou efeitos teratogênicos, não se recomenda o uso durante a gravidez e a lactação, a menos que o produto seja considerado indispensável pelo médico assistente.

Composição

Omeprazol 20 mg, excipiente q.s.p. 1 cápsula.Excipiente constituído de lactose, manitol, etilcelulose, amidoglicolato de sódio, acetoftalato de celulose e poloxâmero 188.

Apresentação

Embalagens contendo 7 cápsulas.

Laboratório

Allergan Produtos Farmacêuticos Ltda.

Av. Dr. Cardoso De Melo, 1955, 13° andar Edifcio Brasílio Machado 04548-005 São Paulo-SP, Brasil Telefone: 55-11-3048-0500 Fax: 55-11-3849-4575


Bulas
Principal