VELAMOX PYLORI - Bula

VELAMOX PYLORI



VELAMOX PYLORI

Composição

amoxicilina (na forma triidratada) 1 g.Excipiente (aspartame, amido, dióxido de silício, essência de limão, croscarmelose sódica, estearato de magnésio) q.s.p. 1 comprimido.

Posologia e Administração

no tratamento das gastrites e das úlceras gastroduodenais, Velamox Pylori deve ser utilizado como o principal integrante dos diversos esquemas terapêuticos que incluem dois ou três antimicrobianos associados a uma inibidor da bomba de prótons. Adultos e crianças acima de 12 anos: 1 comprimido (1 g) a cada 12 horas por um período de 7 a 14 dias. Os comprimidos de Velamox Pylori podem ser ingeridos com o auxílio de água, leite, suco de frutas, independentemente das refeições ou podem ser mastigados antes da deglutição. O comprimido contém aspartame. Fenilcetonúricos: contém fenilalanina. - Superdosagem: a amoxicilina tem potencial para efeitos adversos fundamentalmente relacionados às reações de hipersensibilidade, as quais independem de dose. Reações tóxicas, dependentes de doses elevadas, são praticamente desprezíveis. No entanto, a ocorrência de distúrbios gastrintestinais, principalmente diarréia, merece consideração. A interrupção do medicamento corrigirá, em poucas horas, o eventual excesso do medicamento. Em pacientes com insuficiência renal, o risco de superdosagem aumenta. Em situações excepcionais, a amoxicilina poderá ser removida por hemodiálise.

Precauções

a amoxicilina deve ser usada durante a gravidez apenas quando claramente necessário e sob acompanhamento médico. Embora não haja estudos adequados ou controlados sobre a administração de amoxicilina em gestantes, não foram verificados efeitos adversos para o feto, sendo esta droga recomendada para o tratamento da infecção por clamídia durante a gravidez. Por ser eliminado através do leite materno, seu uso em lactantes deve ser rigorosamente avaliado. Da mesma forma que os demais derivados penicilínicos, a amoxicilina pode desencadear reações de hipersensibilidade, inclusive anafiláticas, ocorrendo com mais frequência após a administração parenteral e nos indivíduos com história prévia de hipersensibilidade à penicilina. Pode ocorrer hipersensibilidade cruzada entre amoxicilina e cefalosporinas. Interações medicamentosas: amicacina, gentamicina, canamicina, tobramicina, ácido clavulânico, sulbactam: quando administrados concomitantemente com amoxicilina pode ocorrer ação bactericida sinérgica. Contraceptivos hormonais contendo estrógenos: a amoxicilina pode reduzir a eficácia destes contraceptivos. Probenecida: o uso associado reduz a eliminação renal da amoxicilina. Halopurinol: erupções cutâneas podem ocorrer quando se associa amoxicilina.

Reações adversas

as reações adversas potenciais com o uso da amoxicilina são, predominantemente, de hipersensibilidade. As reações de anafilaxia e hipersensibilidade podem ser desencadeadas após a administração por qualquer via, sendo, no entanto, mais frequentes pela via parenteral. As seguintes reações podem estar associadas ao uso de amoxicilina: reações cutâneas (eritematosas ou urticariformes), gastrintestinais (náusea, vômito e diarréia), hepática (aumento das transaminases), hematológicas (anemia, trombocitopenia, eosinofilia, leucopenia e agranulocitose). Estas reações de hipersensibilidade ou por intolerância são, habitualmente, reversíveis com a suspensão da terapia com amoxicilina. É possível a ocorrência de sensibilização cruzada entre as diferentes penicilinas e cefalosporinas. Antes de se iniciar uma terapia com penicilina, é necessária a realização adequada de anamnese. Caso ocorram reações de hipersensibilidade, deve-se interromper o tratamento e instituir terapêutica apropriada (anti-histamínicos, corticosteróides). Em presença de anafilaxia, deve-se aplicar tratamento imediato com administração de adrenalina ou/e outras medidas de emergência. Quando o tratamento for prolongado com doses elevadas, é necessário um controle periódico hemático, hepático e renal. Reações do sistema nervoso central, tais como, agitação, hiperatividade, ansiedade, insônia, vertigem e confusão mental são raramente relatadas.

Contra-Indicações

está contraindicado aos pacientes com reação de hipersensibilidade às penicilinas e às celalosporinas. Por causar reações exantemáticas em pacientes com mononucleose infecciosa, deve ser contraindicado nesta eventualidade. Velamox Pylori não está indicado nas infecções causadas por microorganismos resistentes à amoxicilina (como estafilococos penicilinorresistentes), nas infecções causadas pela Pseudomonas aeruginosa,\i Rickettsias e vírus.

Indicações

erradicação do Helicobacter pylori, em pacientes com gastrite ou úlcera gastroduodenal.

Apresentação

caixas contendo 14 comprimidos 1 g.

Laboratório

Novaquímica Sigma Pharma Natures Plus Rod. SP 101, Km. 08 Hortolândia/SP - CEP: 13186481 Tel: (19 )887-1209 Fax: (19 )887-2242 Ver outros medicamentos deste laboratório Pesquisar o preço deste medicamento.

Aviso legal


Bulas
Principal