Vinocard Q10 - Coenzima Q-10 - Bula

Vinocard Q10

Coenzima Q-10



Vinocard Q10

Indicação

Para quê serve Vinocard Q10?

Doenças cardiovasculares: a. insuficiência cardíaca; b. insuficiência coronariana; c. hipertensão arterial; d. prolapso da válvula mitral; e. síndrome da isquemiareperfusão; f. estenose aórtica. Doenças não-cardiovasculares: a. doenças periodontais; b. deficiências imunológícas; c. doenças neuromusculares; d. doenças pulmonares crônicas.

Contraindicações

Quando NÃO devo usar este medicamento?

Em pacientes que apresentem hipersensibilidade. A coenzima Q10 não foi estudada durante os períodos de gestação e lactação.

Posologia

Como usar Vinocard Q10?

Adultos e maiores de 65 anos: Comprimidos de 10 mg: 1 comprimido 1 a 3 vezes ao dia ou a critério médico. Comprimidos de 50 mg: 1 comprimido 1 a 3 vezes ao dia ou a critério médico. Na literatura, as doses recomendadas variam de 10 miligramas a 200 miligramas ao dia, fracionadas ou não, de acordo com a gravidade da patologia. Recomendam-se doses mais altas em pacientes portadores de patologias cardiovasculares graves, distrofias musculares e pacientes imunocomprometidos.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Na dose recomendada, VINOCARD Q10 é isento de efeitos colaterais, mesmo para pacientes com idade acima da 65 anos. Porém, e raramente, pacientes mais sensíveis podem apresentar queixas de desconforto epigástrico, naúseas, perde de apetite e diarréia.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Elevações assintomáticas em dhl e transaminases podem ser vistas em pacientes fazendo uso de 300 miligramas de coenzima q10.

Composição

VINOCARD Q10 10 mg: Cada comprimido revestido contém: Coenzima Q10 (ubidecarenona ou ubiquinona), 10 miligramas VINOCARD Q10 50 mg: Cada comprimido revestido contém: Coenzima Q10 (ubidecarenona ou ubiquinona), 50 miligramas

Apresentação

Comprimidos revestidos: l0 mg: Caixa com 30 comprimidos; 50 mg: Caixas com 10 e 20 comprimidos.

Interações Medicamentosas

Não há nenhuma interação documentada com coanzima Q10. Contudo, na teoria, certos hipoglicemiantas orais podem inibir a coenzima Q10.

Venda

Venda sob prescrição médica.

Introdução

Vinocard q10 Ubidecarenona (coenzima q10)

Informações ao Paciente

Cuidados na conservação: O medicamento deve ser conservado ao abrigo da luz, calor e umidade. Prazo de validade: 24 meses após e data de fabricação. "Verifique a data de fabricação no cartucho". Gravidez e lactação: VINOCARD Q10 é uma substância natural com propriedades antioxidantes. Porém não foram realizados estudos durante os períodos de gravidez e lactação. Cuidados na administração: VINOCARD Q10 apresenta a coenzima Q10, substância encontrada naturalmente nos órgãos do corpo de vários animais e que possui propriedades de prevenir o ano celular causado pelos radicais livres. É essencial para a saúde de todos os tecidos e órgãos humanos. Sua posologia deve estar limitada àquela indicada na bula ou à dose estabelecida pelo médico assistente, de acordo com as necessidades e patologias existentes. Cuidados na interrupção do tratamento: Por se tratar de um suplemento antioxidante, a terapêutica com VINOCARD Q10 não deve ser interrompida sem a autorização do médico para que não impeça sua ação contra os radicais livres. Advertências e recomendações para pacientes maiores de 65 anos: VINOCARD Q10, quando administrado em doses farmacológicas, é bem-tolerado e não apresenta efeitos colaterais relevantes, inclusive quando administrado a idosos. Raramente pacientes mais sensíveis podem apresentar: desconforto epigástrico, perda de apetite, naúseas e diarréias.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Não tome remédio sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Informações Técnicas

Processo de revestimento: A tecnologia do revestimento dos comprimidos de VINOCARD Q10 (film coating) permite uma desintagração e dissolução programada no duodeno, local de mehor absorção de seu princípio ativo. Farmacocinética: A coenzima Q10 pertence ao grupo das quinonas solúveis em gordura absorção no trato digestivo se faz através de sua incorporação aos quilomícrons. Após a ingestão de uma dose oral, seu pico sanguíneo ocorre entre 5 e 10 horas e somente após 4 dias é que se alcança o equilíbrio hemotecidual (steady-state). Cerca de 40% de uma dose oral alcança a circulação sanguínea, liga-se parcialmente à VLDL-lipoproteína e se deposita no tecido hepático. Do fígado é distribuída e concentrada preferencialmente na supra-renal, baço, pulmões, rins e miocárdio. A coenzima Q10 é excretada preferencialmente por via biliar.

Mecanismo de Ação

A coenzima Q10 tem uma ação protetora sobre o tecido isquêmico reduzindo ou impedindo lesões celulares tanto durante a isquemia propriamente dita como durante a agressão tecidual que ocorre durante a reperfusão. Durante esta situação patológica ocorrem, na ausência de elementos protetores, fenômenos como paroxidação lipídica e ativação de neutrófilos em decorrência do acúmulo de radicais livres. A peroxidação lipídica aumenta a liberação de ácido aracdônico, que perpetua a formação de radicais livres por ativação da ciclo-oxigenase. A ação varredora da radicais livres e a ação estabilizadora da membranas da coenzima Q10 tornam-na indicada para prevenção e tratamento de diversas patologias relacionadas à isquemia a reperfusão, entre as quais podemos destacar: distúrbios da microcirculação no choque séptico; angina pectoris; insuficiência cardíaca; hipertensão arterial; prolapso da válvula mitral a estenose aórtica. A coenzima Q10 protege ainda o tecido miocárdico durante a cardioplegia em cirurgia a céu aberto. Outras patologias como doenças crônicas pulmonares, doenças periodontais, doenças musculares e doenças imunológicas parecem também ser beneficiadas com uso desta coenzima. Sabe-se que, em relação ao sistema imunológico, a coenzima Q10 produz aumento de IgG, aumento do número de linfócitos e da atividade fagocitica dos neutrófilos. Além disso, é conhecida a propriedade da coenzima Q10 de diminuir a viscosidade sanguínea e aumentar a atividade contrátil do miocárdio.

Laboratório

Laboratório Marjan


Bulas
Principal